5 obras essenciais de Beethoven
Entretenimento

5 obras essenciais de Beethoven

Ludwig von Beethoven é considerado um dos pilares da música clássica ocidental. Nascido na Alemanha, em 1770, o compositor e pianista criou obras incríveis que já foram reproduzidas por orquestras importantes do mundo todo.

Separamos cinco peças fundamentais da obra do músico para você ouvir e se deleitar.

Sinfonia Nº. 5

As quatro primeiras notas da Sinfonia Nº. 5 de Beethoven são, provavelmente, as mais conhecidas na música clássica. Diz-se que o próprio pianista as definiu como "o destino batendo à porta". O trabalho foi apresentado pela primeira vez em 1808, em Viena. De lá para cá, foi reproduzido infinitas vezes por orquestras de todo o mundo.

Sinfonia Nº. 9

A Sinfonia Nº. 9 é a última completa feita por Beethoven. A obra é considerada uma das maiores do compositor e foi uma das primeiras a ter vozes cantando durante sua execução. Conhecida como "A Nona Sinfonia", ela incorpora um poema feito por Friedrich Schiller e, por conta disso, é informalmente chamada de "Ode à Alegria" (nome do poema).

Piano Sonata No. 29 (Hammerklavier)

Conhecida como "Hammerklavier", a Sonata 29 ficou pronta em 1818 e é considerada uma das obras de Beethoven mais difíceis de ser executada. Ela chegou a ser considerada impossível de tocar quando foi publicada.

Violin Concerto

O trabalho de número 61 de Beethoven foi composto em 1806, mas praticamente esquecido até 1844, quando executado pelo violinista húngaro Joseph Joachim (que tinha apenas 13 anos!) com a Filarmônica de Londres, sob a regência de ninguém menos que Felix Mendelssohn.

Piano Concerto Nº. 4

Composto entre 1805 e 1806, o concerto em três movimentos de Beethoven para piano mostra a alma e o coração das cinco peças para o instrumento feitas pelo compositor. Imponente e exuberante.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest