A explosão do soul da Stax Records faz 50 anos e ganha relançamento
Inspiração

A explosão do soul da Stax Records faz 50 anos e ganha relançamento

Um oásis musical em meio a uma região marcada pela segregação racial. Assim era a Stax Records que, criada em 1957 em Memphis, no Tenessee, espalhou para o mundo as vozes de alguns dos mais importantes nomes da soul music, como Otis Redding, Carla Thomas, William Bell e The Bar-Kays. Os fundadores Jim Stewart e Estelle Axton, brancos, faziam de seu estúdio um lugar não só para tocar, mas para unir forças.

A soul music não seria o que conhecemos hoje sem a Stax — que nasceu com o nome de Satellite. E ela não teria trajetória tão marcante se não houvesse apostado suas fichas em lançamentos que ficaram conhecidos como "The Soul Explosion", que teve o pontapé inicial com três compactos. Os 50 anos das canções tidas como marco inicial, gravadas por Johnnie Taylor (“Who’s Making Love”), Carla Thomas (“Where Do I Go”) e The Staple Singers (“Long Walk to D.C.”) serão comemorados com a disponibilização, pela primeira vez, de 30 álbuns nas plataformas digitais. Desse material, 11 vêm da "Soul Explosion".

É o grande lançamento acontece no mês da Black Music, comemorado nos Estados Unidos em junho, define reportagem da revista "Billboard". As responsáveis são a Concord Music Group e a Craft Recordings, que compraram em 2004 a gravadora Fantasy Records que, por sua vez, havia adquirido o catálogo da Stax no final dos anos 1970.

"Nós éramos jovens que estávamos crescendo juntos, como uma família", conta William Bell, responsável por sucessos como “You Don’t Miss Your Water” e “Private Number,” dueto com Judy Clay. O cantor, que foi atraído para a Stax pelos músicos Booker T. and The MG’s, David Porter e Isaac Hayes, acabou se tornando sócio e vice-presidente da empresa. "Eu percebi que produzíamos música de alta qualidade e sem igual nos Estados Unidos", lembra ele, comparando a "crueza" e força do som da Stax com o estilo mais suave da Motown e outras gravadoras de R&B.


Depois de passar por golpes como o acidente de avião que matou o cantor Otis Redding e quatro integrantes do grupo The Bar-Kays (o guitarrista Jimmie King, o organista Ronnie Caldwell, o saxofonista Phalon Jones e o baterista Carl Cunningham) em 1967, e descobrir que a Atlantic Records teria controle sobre seu catálogo — a Stax quebrou o contrato, começou a procurar distribuidores independentes e a fazer vendas diretas. E foi em 1969 que Bell teve a genial ideia de jogar no mercado álbuns de todos os artistas que já haviam passado pela gravadora. O resultado foi o lançamento de 27 LPs e 30 compactos no intervalo de poucos meses —, o tão importante "The Soul Explosion", que posicionou a Stax historicamente como celeiro fundamental da música americana do século XX.

Otis Reddding, um dos mais importantes músicos da Stax, morreu em 1967
Otis Reddding, um dos mais importantes músicos da Stax, morreu em 1967

A filosofia da gravadora não visava apenas ocupar o mercado com quantidade, mas sim apresentar música de melhor qualidade. Quando uma faixa era gravada, o artista e seus companheiros ouviam e analisavam todos os detalhes, sugerindo as mudanças se fossem necessárias. "Esse era nosso tipo de controle de qualidade, algo exigido desde o início por Jim Stewart”, lembra Bell, que ganhou um Grammy de melhor álbum na categoria Americana em 2017 por seu "This Is Where I Live".

William Bell ganhou um Grammy em 2017 pelo álbum This Is Where I Live"
William Bell ganhou um Grammy em 2017 pelo álbum This Is Where I Live"

Bell costuma dizer que a originalidade dos arranjos e canções foi o que manteve a ligação entre a Stax e seu público. "As pessoas sabem identificar a música que realmente vem do coração, o que é de verdade", acredita ele, que atualmente mora em Arkansas. A história da Stax pode ser conhecida de perto num museu próprio, o Stax Museum of American Soul Music, que sedia ainda a Stax Music Academy e a Soulsville Charter School — ambos instalados no lugar onde a gravadora nasceu.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest