A levada funk e soul de Sérgio Malheiros
Especial

A levada funk e soul de Sérgio Malheiros

0Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do Pinterest

Publicidade

A batida do funk e a levada do soul americano guiam o gosto musical de Sérgio Malheiros. Aos 25 anos, o ator traz nas influências do que ouve a bagagem de quem cresceu em um lar onde a MPB reinava, mas dava espaço para sonoridades associadas ao R&B. “Minha mãe costumava ouvir as cantoras negras americanas, como Aretha Franklin e Whitney Houston”, conta. Guiado por vozes intensas, ele monta sua playlist cheia de swing para o Reverb.  

LEIA MAIS: O youtuber Christian Figueiredo só quer saber de hip hop

MÚSICA NEGRA: Com visceralidade, Nina Simone deu sentido revolucionário e profundo à música popular

'Wilson', de Biltre

A banda carioca Biltre foi a primeira escolha de Sérgio. Formada em 2011, ela chegou até os ouvidos do ator apresentada por amigos. "A banda tem essa pegada meio funk que eu gosto de ouvir quando estou dirigindo ou indo trabalhar para dar uma animada", conta. 

'Dr. Funk', de The Main Squeeze

A levada funk de The Main Squeeze foi uma descoberta que Sérgio fez na internet. Com a facilidade de acesso a serviços de streaming, acabou “tropeçando” no som da banda de Indiana, nos EUA. “Comecei a me redescobrir conhecendo músicas novas pelos aplicativos e pelo YouTube”, diz. 

'Alright', de Charlie and the Soap Opera

A banda Charlie and the Soap Opera nasceu em Lyon, na França, fruto da iniciativa do pianista e compositor Rémi Tchangodei — conhecido como Charlie — com amigos. Juntos, se baseiam na sonoridade do soul americano para produzir suas músicas. “Alright”, a escolhida por Sérgio, é uma das faixas mais famosas do grupo e serviu de fundo para um clipe gravado (com instrumentos e tudo!) dentro de um balão.

'Things Are Changin'', de Gary Clark Jr.  

Gary Clark Jr. sabe como ninguém misturar blues, soul e rock. A fusão dos gêneros e a voz deste americano de Austin, no Texas, fez o artista ser reconhecido lá pelo ano de 2011. O talento deste multiinstrumentista não fugiu aos ouvidos de Sérgio, que escolheu a faixa "Things Are Changin'" para entrar na lista. 

'I Heard It Through The Grapevine, de Marvin Gaye

Um clássico da Motown cuja versão mais famosa veio na voz de Marvin Gaye. Hino do soul, “I Heard It Through The Grapevine” foi escolhida, em 2004, como uma das 500 melhores músicas de todos os tempos pela “Rolling Stone” — e também não ficou de fora da lista de Sérgio. 

Publicidade

Background

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest