'Abbey Road': 10 momentos imperdíveis da nova versão do álbum lançado pelos Beatles há 50 anos
Entretenimento

'Abbey Road': 10 momentos imperdíveis da nova versão do álbum lançado pelos Beatles há 50 anos

Há exatos 50 anos, no dia 26 de setembro de 1969, os Beatles lançavam "Abbey Road", que viria a ser o último álbum e um dos clássicos da banda. Corta para 2019. Nesta sexta-feira (27), em comemoração ao aniversário do disco, será divulgado um set exclusivo com três CDs: o primeiro contém todas as faixas originais de "Abbey Road", remixadas por Giles Martin; os outros dois trazem demos inéditas do Fab Four.

A "Billboard" publicou uma reportagem esmiuçando dez fatos imperdíveis sobre essas demos agora reveladas. Uma delas é uma versão alternativa para "I Want You (She’s So Heavy)", totalmente diferente da original. Outra, é uma versão de Paul para sua composição "Goodbye", popularizada na voz da cantora galesa Mary Hopkins. John classificava essa música como uma "canção folk para os idosos curtirem". Ouça aqui.

"Something" é uma das músicas mais bonitas dos Beatles, um clássico absoluto da canção do século XX. Ela foi escrita por George Harrison e já ganhou muitas versões ao longo dos anos. Esta de agora, no entanto, é bem diferente de todas as outras, pois conseguiram restaurar o piano original da gravação, que tem a voz de George acompanhando.

John Lennon (1940-1980), Ringo Starr, Paul McCartney e George Harrison (1943-2001) em ensaios no Abbey Road Studios, em Londres, em janeiro de 1967/Getty Images
John Lennon (1940-1980), Ringo Starr, Paul McCartney e George Harrison (1943-2001) em ensaios no Abbey Road Studios, em Londres, em janeiro de 1967/Getty Images

Em "The Ballad of John and Yoko", que sequer faz parte do disco lançado originalmente, mas foi levada ao estúdio por John para que Paul o ajudasse, é possível escutar os Beatles conversando e fazendo pequenas críticas entre si. "Você precisa ir mais rápido, Ringo", diz John. A mesma coisa acontece no take 9 de "Octopus’s Garden", com Ringo e George falando à beça, e no take 36 de "You Never Give Me Your Money", com Paul meio irritado.

No fim do take 5 de "Come Together", é possível ouvir John reclamando e fazendo comentários autodepreciativos: "Ele faz letras para crianças", diz o músico. Já no take 27 de "Polythene Pam", Paul começa a criticar George: "Não comece desse jeito, ou vai estragar tudo". Por incrível que pareça, esse era um comentário construtivo.

Na faixa "The Long One (Trial Edit & Mix — 30 July 1969)" os fãs podem se deliciar com uma versão medley das vinhetas de "Abbey Road". E, por fim, uma versão de "Something" apenas com a parte instrumental. É realmente emocionante de se escutar.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest