Apple quer entrar no negócio de música ambiente para elevadores e escritórios
Tecnologia

Apple quer entrar no negócio de música ambiente para elevadores e escritórios

Esse negócio de música ambiente para elevadores e escritórios já virou até piada. No vídeo abaixo, é possível escutar uma porção delas (ou não, como preferir...), produzidas pelo selo Muzak, especializado nesse tipo de som nos anos 1980. Já nos anos 2010, quase beirando os anos 2020, uma nova empresa quer tomar conta desse setor. E aposto que você nunca imaginou que seria a Apple.

A gigante de tecnologia da Califórnia está prestes a lançar um serviço de streaming exclusivo para ambientes corporativos. Parece bem chato, mas é um setor que promete render muito lucro para a marca.

Segundo a "Music Business Worldwide", as licenças de serviços como Apple Music e Spotify são apenas de uso pessoal. Já estabelecimentos comerciais e corporativos, como lojas, restaurantes, bares e escritórios precisariam, em tese, de um serviço próprio para estarem enquadrados na lei.

Ao perceber essa desvantagem e, consequentemente, uma perda de lucro expressiva (cerca de US$ 2,5 bilhões), executivos da Apple decidiram registrar a marca Apple Music for Business. A patente já está valendo no site do Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos. Quando o novo serviço de streaming será lançado, nós ainda não sabemos. Mas podemos esperar novidades para breve.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest