Ariana Grande: 8 vezes em que a cantora foi maravilhosa com a comunidade LGBTI
Entretenimento

Ariana Grande: 8 vezes em que a cantora foi maravilhosa com a comunidade LGBTI

0

Publicidade

Que época para ser Ariana Grande. Parece que o jogo finalmente virou para a cantora que passou por situações trágicas nos últimos tempos. Depois de ter sido alvo de um atentado terrorista durante seu show em Manchester, de perder o ex-namorado Mac Miller, que morreu no ano passado, e terminar um noivado com Pete Davidson, a cantora agora colhe louros de seu ótimo trabalho. Com o álbum "Thank U, Next" (que leva o mesmo nome do hit), Ari dominou o top 3 da prestigiada lista da 'Billboard', fato antes só alcançado pelos Beatles

LEIA MAIS: ‘Thank U, Next’: As referências do clipe de Ariana Grande 

COACHELLA 2019: Ariana Grande e as mulheres que já foram headlines do festival

Com um show como headliner no Coachella se aproximando, Ariana deve alçar voos ainda mais altos em 2019. E o que faz dela uma artista fora do curva vai além do seu talento. Entre as causas que apoia, Ari é uma voz firme da defesa dos direitos LGBTI

Destacamos oito momentos em que a cantora de "7 Rings" foi nada menos do que maravilhosa em apoiar à causa:

Desde cedo, ela não tolera o preconceito

Aos 17 anos, antes de estourar com o álbum "Yours Truly", Ariana contou a história de um jovem que sofria bullying na escola por ser gay. "Eu o abracei e disse que não há nada de errado com isso", escreveu a cantora. Sem ter o reconhecimento que tem hoje, Ariana cresceu cercada de amigos gays ou trans que lhe foram apresentados por seu irmão, Frankie Grande, que é homossexual. "Eu não sei o que é, mas parece que os gays são muito mais agradáveis do que a maioria das pessoas". 

Além disso, em 2013, Ariana Grande, ainda estrela do seriado "Brilhante Victoria", participou de uma campanha contra o cyberbullying que tinha como objetivo educar crianças e jovens contra o preconceito, entre eles, a homofobia.  

Ela colocou Shangela, de 'RuPaul's Drag Race', em 'Thank U, Next'

Como qualquer pessoa sã na Terra (risos), Ariana Grande é fã do reality "RuPaul's Drag Race". Depois de participar como jurada convidada na sétima temporada, ela trouxe Shangela, ícone do programa, para uma participação para lá de especial na faixa "NASA", de "Thank U, Next".  

 Ela encoraja fãs que ainda não se assumiram

Durante um show na cidade americana de Dallas, em 2015, como parte da turnê "Honeymoon", Ari celebrou a presença de seus fãs gays, mas também mandou uma mensagem bonita aos admiradores que ainda não se sentiam confortáveis em assumir sua sexualidade. "Eu amo meus fãs gays. E, para os meus fãs que ainda não saíram do armário, para os meus fãs que têm vergonha disso: eu amo você e vocês não têm que ter pressa. Tomem o tempo que for preciso. Se alguém quiser falar alguma coisa sobre quem vocês são, eu vou chutar o traseiro deles!".

Ela já cantou sobre uma paixão homossexual

"Break Your Heart Right Back", do álbum "My Everything", fala sobre um homem que trai a namorada com outro homem. Apesar de a inspiração para a música não ter vindo de uma situação que aconteceu com ela, ela definiu o conceito como "divertido"

"Originalmente, a música seria sobre um garoto que trai a namorada com outra garota. Mas eu pensei que não, que deveria ser sobre um cara que trai a namorada com outro cara". A música, aliás, usa um sample de "I'm Coming Out", hino LGBTI de Diana Ross.

Ela criticou membros da Suprema Corte dos EUA em alto e bom som

Logo depois de a Suprema Corte dos EUA votar a favor do casamento gay, em 2015, Ari foi ao Twitter para comemorar. "O amor venceu. O amor sempre vence e sempre vencerá!", escreveu. Dois dias depois, durante uma apresentação em um evento para o público gay em Nova York, ela criticou algumas das autoridades judiciárias do país: "Faça barulho se você acha que os juízes que votaram contra o casamento gay na Suprema Corte deveriam arrancar as cabeças deles do c* e se juntar à celebração", gritou para o público, que correspondeu. "Grite se você tem um problema a menos para lidar sem esses idiotas".

Ela apoia a luta contra a AIDS

Em 2016, ela se juntou à MAC, gigante dos cosméticos, para lançar uma linha de batons em apoio à MAC AIDS Fund, fundação da empresa voltada para arrecadar recursos para a pesquisa de HIV/AIDS e para o apoio aos afetados pelo vírus. 

Ela não hesita ao ter ideias para seus clipes

O clipe de "Everyday", quarto single do álbum "Dangerous Woman", reúne pessoas de diferentes idades, raças e sexualidades em um dia de muito, digamos, fogo. Nas cenas, os casais não conseguem conter o furor da paixão e começam a se pegar loucamente seja no meio da rua, em uma lavanderia ou no ônibus. 

Ela escreveu uma declaração de amor à comunidade LGBT

Em 2018, Ariana escreveu uma carta dedicada aos seus fãs LGBTI em que afirma estar eternamente em dívida com eles. Ela também disse ser constantemente inspirada por seus fãs gays. "Eu espero criar hinos que os envolvam em uma zona de conforto e ajudem vocês a viverem o melhor da vida enquanto eu viver. Obrigada por me celebrarem como eu celebro vocês". 

Publicidade

Background

Relacionados

Canais Especiais