As mães do pop: como Beyoncé, Adele, Shakira e outras divas vivem a maternidade
Inspiração

As mães do pop: como Beyoncé, Adele, Shakira e outras divas vivem a maternidade

Diferente do que diz o dito popular, nem toda mãe é igual. Na verdade, cada mãe tem suas próprias peculiaridades. Com acerto e erros, isso não é diferente no universo das divas da música. Beyoncé, Adele, Jennifer Lopez, Britney Spears… Cada uma delas experimentou a maternidade da sua própria forma. A única semelhança entre todas é o fato de terem vivido essa montanha-russa aos olhos interessados da mídia.

Em homenagem às mamães do pop, fizemos uma retrospectiva de depoimentos e histórias de algumas das cantoras mais famosas do mundo na experiência de ser mãe. Apesar de toda a fama e dinheiro, elas viveram e vivem os mesmos medos e inseguranças de qualquer outra mulher.

Adele

A cantora britânica, de 32 anos, que recentemente voltou às notícias por conta de sua nova forma física, sempre zelou por sua privacidade. Quando engravidou de seu primeiro e único filho, Angelo (7), fruto do relacionamento com Simon Konecki, Adele manteve a discrição, o que faz até hoje. Antigamente, ela costumava cobrir o rosto da criança para que ele não fosse fotografado por paparazzi. Em entrevista à “Vanity Fair”, em dezembro de 2016, ela falou sobre depressão pós-parto.

Adele e o filho, Angelo, em rara foto tirada em 2017 / Foto: Reprodução
Adele e o filho, Angelo, em rara foto tirada em 2017 / Foto: Reprodução

“Eu tive uma depressão pós-parto muito ruim depois que eu tive meu filho, e isso me assustou. O que eu entendi sobre o pós-parto é que você não quer estar com o seu filho. Você fica preocupada em machucá-lo, você fica preocupada se está fazendo o certo. No entanto, eu era obcecada pelo meu filho. Eu me sentia muito incapaz. Eu senti como se tivesse feito a pior decisão da minha vida. Mas isso pode ser diferente para cada pessoa”, contou à época.

Beyoncé

Diferentemente de Adele, Beyoncé, 38 anos, sempre procurou os holofotes para anunciar sua gravidez, mas com muito cuidado. Entre 2010 e 2011, a cantora, casada com Jay-Z, sofreu um aborto espontâneo, fato que ela relatou em “Heaven”, música do álbum visual “Beyoncé” (2013) considerada por ela mesma como a mais triste de seu repertório.

Em agosto de 2011, Beyoncé se apresentou no “MTV Music Awards”. Durante a performance de “Love On Top”, ela abriu o casaco que usava e acariciou a barriga, anunciando ao mundo a gravidez de Blue Ivy, sua primeira filha. A criança nasceu em janeiro de 2012 e cresceu aos olhos do público. A última faixa de “Beyoncé” não só ganha seu nome, como ainda conta com a sua participação. A faixa “Blue”, aliás, teve o clipe gravado na Bahia e no Rio de Janeiro, durante a passagem de Queen Bey pelo Brasil, em 2013. Ela costuma acompanhar os pais em eventos públicos, diferente dos gêmeos Sir e Rumi, nascidos em junho de 2017, dificilmente expostos aos olhos da mídia, mas cuja foto de anúncio da gestação foi uma das mais curtidas da história do Instagram.

Beyoncé e Blue Ivy Carter em fevereiro de 2018, em Los Angeles / Foto: Getty Images
Beyoncé e Blue Ivy Carter em fevereiro de 2018, em Los Angeles / Foto: Getty Images

Em fevereiro, Blue, com apenas oito anos, ganhou seu primeiro prêmio na música, um NAACP Image Award, pela faixa “Brown Skin Girl”, parceria da criaça com a mãe, Saint Jhn e Wizkid no álbu, “The Lion King: The Gift”.

Segundo Tina Lawson, mãe da diva pop, Beyoncé tem um estilo muito sensato de ser mãe: “Ela conversa muito com as crianças, sem palmadas. Posso dizer que ela herdou esse jeito de mim”, contou à revista “US Weekly”, em 2019.

A família Carter: Sir, Jay-Z, Blue Ivy, Rumi e Beyoncé / Foto: Reprodução
A família Carter: Sir, Jay-Z, Blue Ivy, Rumi e Beyoncé / Foto: Reprodução

Shakira

Shakira, 43 anos, e o jogador de futebol espanhol Gerard Piqué, 33, se conheceram durante as gravações do videoclipe de “Waka Waka”, música tema da Copa do Mundo da Fifa em 2010. O primeiro filho do casal nasceu em janeiro de 2013, em Barcelona, onde a família vive. Dois anos depois, também em janeiro, a cantora colombiana deu à luz Sasha, seu segundo filho.

“Eu costumava ser o centro do meu próprio mundo e me tornei apenas um satélite dos meus filhos”, contou, em 2017, também a “Hola! USA”. “É o emprego mais difícil que eu já tive. Eu nunca pensei que fosse ser tão difícil, porque é algo que toma muito da sua energia. Eu sempre penso na minha família e me preocupo com eles o dia inteiro. É físico, emocional e intelectual. Fazer um álbum nesse contexto parecia uma tarefa hercúlea, como escalar o Everest”, contou.

As crianças sempre aparecem em fotos ao lado da mãe e do pai. Aliás, não é difícil vê-los nas arquibancadas dos principais jogos de Piqué pelo Barcelona ou pela seleção da Espanha.

Milan, Shakira, Sasha e Piqué no Madison Square Garden, em Nova York, durante uma partida da NBA, em 2017 / Foto: Getty Images
Milan, Shakira, Sasha e Piqué no Madison Square Garden, em Nova York, durante uma partida da NBA, em 2017 / Foto: Getty Images

Pink

Pink passou por um susto que nenhuma mãe deseja recentemente. A voz do hit “So What” foi diagnosticada, junto com seu filho mais novo, Jameson, de três anos, com Covid-19. Além do menino, Pink, 40 anos, também é mãe de Willow Sage, sua primogênita, nascida em junho de 2011. As duas crianças são frutos do casamento da cantora com o ex-piloto de motocross Carey Hart.

Em seu Instagram, ela costuma responder comentários de pessoas que insistem em querer ensiná-la a ser uma boa mãe. Em julho do ano passado, por exemplo, ela rebateu uma seguidora que questionou uma ida ao zoológico com seus filhos. “Estou surpresa que você vai a zoológicos”, escreveu a fã. “Eu acredito em fazer uma criança se interessar e amar os animais antes de ensiná-los sobre algo como cativeiro. Mas, obrigada, o mundo precisava da sua sabedoria hoje”, respondeu, irônica.

A família de Pink: Jameson, Carey e Willow Hart ao lado da mãe e mulher / Foto: Getty Images
A família de Pink: Jameson, Carey e Willow Hart ao lado da mãe e mulher / Foto: Getty Images

No VMA de 2017, ao receber o prêmio Michael Jackson de vanguarda, Pink fez um discurso inspirador dedicado a sua filha. Ela contou sobre a vez que Willow chegou em casa se sentindo a menina mais feia do mundo porque “parecia um menino de cabelos compridos”.

“Eu disse: ‘Você me vê deixando meu cabelo crescer?’. Ela disse, ‘Não, mamãe’. Eu disse, ‘Você me vê tentando mudar meu corpo?’ ‘Não, mamãe’. ‘Você me vê mudando a maneira que eu me apresento para o mundo?’ ‘Não, mamãe’. ‘Você me vê lotando arenas ao redor do mundo todo?’ ‘Sim, mamãe’. ‘Então é isso, meu amor. Nós não mudamos, nós ajudamos outras pessoas mudarem para que eles possam ver mais versões do que é bonito’.”

Britney Spears

Britney engravidou pela primeira vez de seu ex-marido, o dançarino e apresentador de TV Kevin Federline, em 2005. Sean Preston Federline, seu filho mais velho, nasceu em setembro daquele ano.

O estilo de maternidade de Britney, no começo, foi visto como perigoso. A cantora enfrentava um difícil período com relação a sua saúde mental. Em 2006, antes do famoso "breakdown" de 2007, ela foi flagrada dirigindo um carro com seu filho, Sean, no colo. A imagem foi duramente criticada. Algum tempo depois, ela admitiu que a atitude foi um erro, mas afirmou só ter feito aquilo por medo dos fotógrafos que a cercavam. Em setembro de 2006, ela deu à luz seu segundo filho, Jayden Federline.

Os dois costumam aparecer em vídeos caseiros feitos pela cantora. Em 2015, Britney afirmou à revista “People” que havia começado a fazer aulas de apoio de matemática para poder ajudar os filhos com os deveres de casa da escola. "Eles estudam em uma escola muito difícil e nós fazemos três horas de dever de casa. Ano que vem, quando o Sean estiver no sexto ano, ele vai começar a aprender álgebra e eu vou estudar também para poder ajudar", contou.

Férias na Disney: Sean, Britney e Jayden, em foto de 2019 / Foto: Reprodução
Férias na Disney: Sean, Britney e Jayden, em foto de 2019 / Foto: Reprodução

Em 2016, a cantora de “Oops... I Did It Again” escreveu uma carta aberta aos filhos — Sean, hoje com 14 anos, e Jayden James, 13 — na revista “Time”: “Eu, enquanto mãe, oro para que consiga ensiná-los a ter força e paixão para superar as adversidades deste mundo. A maioria das batalhas vai ser vencida quando vocês estiverem de joelhos. Eu oro para que vocês encontrem seus sonhos. “Someday”, música de 2005, e “My Baby”, de 2008, são duas faixas dedicadas aos filhos de Britney, 38 anos. Os dois são frutos de seu segundo casamento, com o bailarino e apresentador de TV Kevin Federline, que durou menos de três anos (e começou já em polêmica, quando a ex-namorada dele ainda estava grávida.

Em 2007, Britney acabou perdendo a guarda dos meninos e piorou sua situação em uma ocasião em que se recusou a devolver Sean e Jayden, após uma visita. Com o tempo, reconquistou o direito de ficar mais tempo com eles. Britney paga a Kevin (que tem outros quatro filhos, de outros relacionamentos) cerca de 40 mil dólares ao mês, segundo o site Discratify. No ano passado, uma briga entre Jayden e o pai de Britney, Jamie (que até recentemente era o responsável legal pela cantora, que por muito tempo fez tratamento para distúrbios psíquicos e recentemente passou um mês nuna clínica), trouxe mais problemas ao relacionamento.

Jayden diz que seu pai, Kevin, é maravilhoso. No ano passado, Britney passou o Dia das Mães com os dois filhos.

Jennifer Lopez

Jennifer Lopez é mãe dos gêmeos Emme e Max, frutos do casamento com o cantor Marc Anthony, que nasceram em 22 de fevereiro de 2008. Ela tinha 38 anos quando deu à luz aos bebês. “O médico me disse: ‘Você vê aquele pequeno grão de arroz ali? É o seu bebê. Agora, você vê aquele outro grão de arroz ali? É o seu outro bebê’. Eu comecei a rir histericamente, não conseguia acreditar”, contou em entrevista à “What”.

Recentemente, durante o Super Bowl LIV, Emme cantou ao lado da mãe em um dos momentos mais emocionantes do espetáculo. Ao ser perguntada em um programa de TV se os filhos entendiam que ela era Jennifer Lopez, ela respondeu que eles estavam começando a entender. “Eles têm 11 anos e começaram o ensino fundamental e, depois do primeiro dia de aula, Max veio até mim e disse: ‘Mãe, todo mundo ficou me perguntando se você é minha mãe. E ficaram me perguntando por que o meu último nome não é Lopez’”, contou.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest