Beyoncé pede, e índios liberam área exclusiva em cachoeira do Grand Canyon para gravação de vídeo
Entretenimento

Beyoncé pede, e índios liberam área exclusiva em cachoeira do Grand Canyon para gravação de vídeo

As cachoeiras de Havasu, um dos lugares mais bonitos no Grand Canyon, no estado do Arizona, aparecem no novo videoclipe de Beyoncé. Isso poderia ser apenas um detalhe nas locações de "Spirit", lançado no beyonce.com na terça (16/07) - a música é tema do live-action "O Rei Leão", que estreia nos cinemas hoje, 18 de julho. Mas a presença da cantora com todo aparato de filmagens no local confirmou todo o poder da estrela pop.

A área faz parte da reserva da tribo indígena Havasupai, que controla a visitação. São admitidas, diariamente, apenas 300 pessoas mediante pagamento de US$ 100 a US$ 125 por noite (a permanência é de no máximo três noites). Só que, diante da solicitação da produção de Beyoncé, os líderes rapidamente cederam e o vídeo foi filmado no dia seguinte, de acordo com o The Arizona Republic.

Além da agilidade, o acesso à cachoeira foi exclusivo, pois o vídeo foi gravado em uma área fora dos limites da autorizada para visitação dos simples mortais. As reações vieram rápido pelas redes sociais, com pessoas reclamando que a presença de Beyoncé provavelmente impediu os turistas de visitarem as águas verde-turquesa. Outras defenderam, dizendo que a tribo pode fazer o que bem entender com suas terras.

Beyoncé com o marido Jay-Z durante premiére recente de 'O Rei Leão'. Crédito: Getty Images
Beyoncé com o marido Jay-Z durante premiére recente de 'O Rei Leão'. Crédito: Getty Images

Mathew Earl Jones, diretor da Arizona Film and Digital Media, a agência estatal que intermedia filmagens no estado, disse que ficou surpreso com a rapidez da autorização. "O coordenador de locação da equipe dela me ligou perguntando sobre Havasu. Eu disse que esse era provavelmente um dos locais mais procurados do estado e que as licenças, que nosso escritório não emite, demoram muito tempo", conta.

Jones colocou a produção de Beyoncé em contato com os responsáveis da tribo Havasupai, que rapidamente deram permissão para as filmagens. Foram três dias: um para solicitação, um para autorização e um para as filmagens. A cachoeira aparece apenas por alguns segundos no vídeo, que bastam para qualquer um ficar impressionado com a exuberância de suas águas cristalinas.

As águas cristalinas de havasu, no Grand Canyon. Crédito: getty Images
As águas cristalinas de havasu, no Grand Canyon. Crédito: getty Images

Em comunicado oficial, Muriel Uqualla, presidente do Havasupai Tribal Council, disse que a tribo ficou honrada com a presença da cantora. "O vídeo servirá para celebrar ainda mais a beleza natural de nossa terra e a resiliência e beleza do nosso povo", disse, ressaltando que o ativismo ecológico de Beyoncé foi aspecto importante: "Sabendo que ela defende a preservação das águas em todo o mundo, ficamos particularmente satisfeitos por acatar seu pedido".

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest