Bikini Kill, banda pioneira do punk feminista dos anos 90, volta à estrada após duas décadas
Entretenimento

Bikini Kill, banda pioneira do punk feminista dos anos 90, volta à estrada após duas décadas

Vem sendo um 2019 importante para o Bikini Kill, que voltou a realizar shows após 22 anos. Agora, para 2020, o grupo prepara mais uma novidade que, sem dúvidas, os fãs vão adorar saber. Depois de duas décadas sem sair em turnês, a banda de punk rock feminista retorna a dar seus giros pelo mundo. Mas, calma, até agora, apenas datas na América do Norte, e uma na Europa, foram divulgadas.

A primeira parada da banda será em "casa", na cidade onde começaram nos anos 1990 — Olympia, no dia 13 de março. O show acontecerá no Capitol Theater, e terá a bilheteria revertida em doações para a Interfaith Works, uma organização que ajuda pessoas em situação de rua na cidade americana. Na sequência, o Bikini Kill segue para Seattle, em 16 de março, e finaliza a turnê norte-americana na cidade de Milwaukee, no dia 24 de maio.

Na Europa, o grupo toca no Øya, em Oslo, na Noruega, considerado o festival mais sustentável do mundo. O evento está marcado para agosto, então, de maio até lá, a banda terá uma espécie de "descanso". Há quem acredite, no entanto, que isso possa significar que o Bikini Kill está avaliando se vai participar ou não do Coachella, na Califórnia. As chances são remotas, uma vez que o festival não faz muito o estilo da banda. Mas de todo modo, a comoção em torno da banda pioneira em tantos temas e posturas pode trazê-las para um público maior.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest