Bob Marley é homenageado em evento de cinco dias na Califórnia, ‘One Love Hotel’
Entretenimento

Bob Marley é homenageado em evento de cinco dias na Califórnia, ‘One Love Hotel’

Um dos maiores nomes da música de todos os tempos, Bob Marley completaria 75 anos em 2020. Para comemorar, a Island Records e a família do cantor e compositor jamaicano criaram o "One Love Hotel". O evento, que começou na terça-feira (21/1), vai tomar conta do 1 Hotel, em West Hollywood, Califórnia, por cinco dias.

O neto Skip Marley iniciou a semana de shows no hotel, apresentando um set que misturou clássicos do avô, como "Jamming" e músicas suas, como o recente “Slow Down”, dueto com a cantora H.E.R. O local foi decorado especialmente para o evento. No interior, plantas foram colocadas em torno do saguão, onde os garçons circulam servindo bebidas tropicais do tipo "Exodus", nomeadas em homenagem ao álbum de Marley de 1977. E, perto da entrada, uma loja tem os álbuns de Marley, além de equipamentos da marca Marley e roupas com "Redemption" estampada, em comemoração ao 40º aniversário de "Redemption Song".

Skip Marley, neto de Bob, abriu as comemorações no 'One Love Hotel'. Foto: Getty Images
Skip Marley, neto de Bob, abriu as comemorações no 'One Love Hotel'. Foto: Getty Images

Na quarta aconteceu os shows da dupla NOTD e de Shallou. Bishop Briggs sube ao palco nesta quinta-feira, que também terá uma apresentação especial de Julian Marley, filho de Bob. Jac Ross e Jessie Reyez, indicada ao Grammy, cujo álbum de estreia deve sair no início deste ano, fazem show na sexta.

"Acho que isso é uma homenagem adequada para o meu pai", diz Cedella Marley, filha da lenda do reggae e mãe de Skip. Bruce Resnikoff, presidente da Universal Music, ressalta a importância do cantor, que morreu em 1981 com apenas 36 anos. "Ele é um ícone cultural e um ícone da indústria da música. E é por isso que podemos fazer coisas como criar novos vídeos ou incentivar que pessoas criem novas versões de músicas, que ainda fazem sentido para a geração atual", diz.

Darcus Beese, presidente da Island, diz que "o legado é o DNA dele". "Enquanto as raízes de seu legado se aprofundam, o tronco se fortalece e os ramos se ampliam, começando a dar frutos”, compara. O último Marley artista a surgir é o neto Skip, 23, que diz estar orgulhoso de seguir a tradição musical da família. "Eu sempre o sinto. Adoro cantar suas músicas e espalhar o amor", disse em uma entrevista à "Billboard".

Skip, que assinou contrato com a Island em 2017, lançou recentemente o single “Cause a Commotion” com Bugzy Malone. Ele diz que está na fase final de seleção das músicas para o seu álbum de estreia, que "será lançado a qualquer momento", promete. Ele descreve sua música como um fusível de R&B, blues, rock e hip hop, com o reggae "na raiz". Ultimamente, Skip diz que tem "trabalhado no afro-beat" com artistas da África.

A mãe diz que a voz de Skip está "amadurecendo, às vezes assustadoramente" e o chama de perfeccionista. "Eu sei que provavelmente em breve todas as suas músicas e notas serão analisadas. Eu só vou chegar e dizer a ele: 'Acabou e você se saiu bem", diz Cedella.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest