Brian May participa de ação contra crueldade animal com família de adolescente vítima de bullying
Inspiração

Brian May participa de ação contra crueldade animal com família de adolescente vítima de bullying

Brian May, um ativista dos direitos dos animais, escolheu passar seu Boxing Day - feriado pós-Natal em países anglófonos - em um evento chamado "Clean Boot Hunt" na cidade de Swansea, ao sul do País de Gales. Para quem não conhece, o Boxing Day, além de grandes liquidações em lojas, marca uma tradição terrível de 700 anos de caça a raposas, veados, lebres e outros animais. Mesmo estando proibida desde 2004, muitos caçadores não se contentam e insistem em burlar a lei.

Mais de 80 encontros de caça do Boxing Day estavam programados para todo o Reino Unido, de acordo com a Countryside Alliance, organização que controla esportes de campo, incluindo caça, tiro e pesca. Isso porque a lei não proíbe completamente a caça - a chamada "de arrasto" ainda é permitida, onde cães as perseguem pelo cheiro de um perfume artificial.

Brian May, um ativista dos direitos dos animais, escolheu passar seu Boxing Day — feriado pós-Natal em países anglófonos — em um evento chamado "Clean Boot Hunt" na cidade de Swansea, ao sul do País de Gales. Para quem não conhece, o Boxing Day, além de grandes liquidações em lojas, marca uma tradição terrível de 700 anos de caça a raposas, veados, lebres e outros animais. Mesmo estando proibida desde 2004, muitos caçadores não se contentam e insistem em burlar a lei.

Mais de 80 encontros de caça do Boxing Day estavam programados para todo o Reino Unido, de acordo com a Countryside Alliance, organização que controla esportes de campo, incluindo caça, tiro e pesca. Isso porque a lei não proíbe completamente a caça — a chamada "de arrasto" ainda é permitida, onde cães as perseguem pelo cheiro de um perfume artificial.

A caça a raposas ainda acontece no Box Day, mesmo com a proibição por lei desde 2004. Foto: Getty Images
A caça a raposas ainda acontece no Box Day, mesmo com a proibição por lei desde 2004. Foto: Getty Images
A caça a raposas ainda acontece no Box Day, mesmo com a proibição por lei desde 2004. Foto: Getty Images
A caça a raposas ainda acontece no Box Day, mesmo com a proibição por lei desde 2004. Foto: Getty Images

Aos 72 anos, May se juntou a 300 pessoas no evento que percorreu as ruas da cidade. Entre elas, estavam parentes e Byron, pai de Bradley John. O jovem frequentava regularmente o Boxing Day, mas uma tragédia aconteceu ano passado, quando ele foi encontrado morto no banheiro da Escola Católica Romana St John Lloyd, em Llanelli. Sua família é pioneira na campanha pela caça sem crueldade. "Estou muito perto de Byron, que passou por momentos terríveis recentemente. Ele é um homem muito corajoso, então eu queria estar aqui para apoiá-lo", disse May.

A família do jovem de 14 anos afirma que ele estava sofrendo bullying por causa de seu Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. A polícia ainda está investigando sua morte.

O guitarrista do Queen, que foi ao funeral do aluno onde foi tocada "It's a Kinda Magic", prometeu continuar o trabalho de Bradley, apoiando a caça sem crueldade na Grã-Bretanha. "O esporte de sangue pertence ao século passado. Eu acho que o mundo está acordando", diz ele, que conheceu a família há cinco anos por conta da campanha.

Aos 72 anos, May se juntou a 300 pessoas no evento que percorreu as ruas da cidade. Entre elas, estavam parentes e Byron, pai de Bradley John. O jovem frequentava regularmente o Boxing Day, mas uma tragédia aconteceu ano passado, quando ele foi encontrado morto no banheiro da Escola Católica Romana St John Lloyd, em Llanelli. Sua família é pioneira na campanha pela caça sem crueldade. "Estou muito perto de Byron, que passou por momentos terríveis recentemente. Ele é um homem muito corajoso, então eu queria estar aqui para apoiá-lo", disse May.

A família do jovem de 14 anos afirma que ele estava sofrendo bullying por causa de seu transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. A polícia ainda está investigando sua morte.

O guitarrista do Queen, que foi ao funeral do aluno onde foi tocada "It's A Kinda Magic", prometeu continuar o trabalho de Bradley, apoiando a caça sem crueldade na Grã-Bretanha. "O esporte de sangue pertence ao século passado. Eu acho que o mundo está acordando", diz ele, que conheceu a família há cinco anos por conta da campanha.

Muitos protestos contra a caça ocorrem no Boxing Day. Foto: Getty Ima
Muitos protestos contra a caça ocorrem no Boxing Day. Foto: Getty Ima
Muitos protestos contra a caça ocorrem no Boxing Day. Foto: Getty Ima
Muitos protestos contra a caça ocorrem no Boxing Day. Foto: Getty Ima

A ideia é que os eventos se transformem, aos poucos, numa grande brincadeira: "Não haverá tortura nem morte de nenhuma criatura nesta caçada. Apenas um homem ou uma mulher correndo, perseguidos por um bando de cães de caça que, quando pegarem os corredores, lhes darão umas boas lambidas!", explicou o músico em seu Instagram.

May fez um apelo para que todos fossem ao evento mas que não pedissem autógrafos - "Venha dar seu apoio, mas lembre-se de que não é hora de autógrafos. É um evento divertido, mas não é sobre mim!". É claro que ninguém deu atenção e May foi assediado, mas tudo com tranquilidade. Durante a "caçada", ele conversou com os fãs e até puxou uma delas. Grace Powell, mãe de dois filhos, foi convidada a andar na carruagem em que May estava. Ela contou que o músico brincou dizendo que os dois pareciam gêmeos porque ambos tinham cabelos cacheados. “Ele é um perfeito cavalheiro, foi ótimo conversar e abraçá-lo. Isso fez o meu Natal", contou, feliz da vida.

A ideia é que os eventos se transformem, aos poucos, numa grande brincadeira: "Não haverá tortura nem morte de nenhuma criatura nesta caçada. Apenas um homem ou uma mulher correndo, perseguidos por um bando de cães de caça que, quando pegarem os corredores, lhes darão umas boas lambidas!", explicou o músico em seu Instagram.

May fez um apelo para que todos fossem ao evento mas que não pedissem autógrafos: "Venha dar seu apoio, mas lembre-se de que não é hora de autógrafos. É um evento divertido, mas não é em torno de mim!". É claro que ninguém deu atenção e May foi assediado, mas tudo com tranquilidade. Durante a "caçada", ele conversou com os fãs e até puxou uma delas. Grace Powell, mãe de dois filhos, foi convidada a andar na carruagem em que May estava. Ela contou que o músico brincou dizendo que os dois pareciam gêmeos porque ambos tinham cabelos cacheados. “Ele é um perfeito cavalheiro, foi ótimo conversar e abraçá-lo. Isso fez o meu Natal", contou, feliz da vida.

Instagram URL not provided

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest