BTS: quem são os Arcades, as mãos inglesas no sucesso mundial 'Map of the Soul: 7'
Entretenimento

BTS: quem são os Arcades, as mãos inglesas no sucesso mundial 'Map of the Soul: 7'

Para as grandes estrelas de k-pop brilharem, não basta apenas talento na hora de cantar e dançar. Há uma máquina inimaginável de produtores e outros profissionais por trás de tanto sucesso. E esse apoio vai além das fronteiras da Coreia do Sul. Do norte de Londres, por exemplo, vem uma dupla de hitmakers, Max Graham e Matt Thomson, do duo eletrônico Arcades, que assina duas faixas do novo álbum do BTS.

"Estamos tão felizes de ter sido parceiros nas faixas 'Jamais Vu' e 'Inner Child'. Nós simplesmente amamos cada canção do álbum e estamos gratos a todos pelo envolvimento e todo o trabalho duro", escreveram Max e Matt no Instagram, referindo-se a "Map of the Soul: 7", o álbum recém-lançado do BTS.

A dupla, com quatro versões do álbum  "Map of the Soul: 7", do BTS. Foto: Reprodução Instagram
A dupla, com quatro versões do álbum "Map of the Soul: 7", do BTS. Foto: Reprodução Instagram

J-Hope é que parece ter dado o pontapé inicial na parceria, que começou há 18 meses. Ele sempre foi fã da dupla e chegou a compartilhar a música "In The Air", que tem participação da cantora Sarah Walk, em sua lista de reprodução do Spotify. O que acabou, logicamente, em uma corrida viral pelas músicas do Arcades.

Formado em 2018, o duo está ainda digerindo o que estar no meio do furacão k-pop. "Toda a escala de trabalho com o BTS realmente nos impactou, recebemos toneladas de mensagens de seus fãs — é como entrar em uma grande família on-line. E a base de fãs deles também parece muito criativa, recebemos muitas mensagens de compositores e letristas aspirantes querendo compartilhar suas ideias conosco, o que é muito legal", diz Matt à "Clash Music".

Matt revela que todo o trabalho que ele e Max fazem com o BTS acontece on-line e que ainda não conheceram os meninos pessoalmente. "Isso é tão comum, hits são feitos por pessoas em diferentes continentes", justifica, dizendo estar ansiosos para para ir à Coreia do Sul, mas que a viagem foi adiada por causa do coronavírus.

A experiência que os ingleses estão tendo com o BTS tem ampliado significativamente seus horizontes, tanto em conhecimento de outras culturas como em novas propostas de trabalho. "Uma das músicas que temos no novo álbum, a solo de V ('Inner Child'), nunca foi concebida como um single, mas acho que agora está no número um no gráfico do iTunes de 14 países. E são lugares que você nunca, em um milhão de anos, pensaria que as pessoas poderiam ouvir algo de que você fez parte. Eu acho que é disso que muitas pessoas precisam para abrir seus olhos", diz Max, talvez referindo-se a si mesmo, reconhecendo que muitos ingleses crescem com a impressão de que a música do Reino Unido é a única que importa. "Aí começam a se dedicar às coisas dos Estados Unidos, e percebem que existem todos esses países com muito o que oferecer. Estou muito feliz que a música coreana está explodindo em todo o mundo. É uma ótima mensagem", reforça.

O alcance inimaginável que o BTS deu ao trabalho da dupla já rendeu vários convites: "Tudo o que esses garotos fazem se transforma em ouro. Temos uma tonelada de outras ofertas, inclusive outro lançamento coreano saindo em poucas semanas. Mas como ainda não anunciaram, temos que manter nossos lábios firmemente selados...", provoca Matt.

Max destaca que, mesmo trabalhando com artistas de k-pop, eles não sentiram necessidade de alterar tanto seu estilo musical. "Não mudamos nosso som. Somos guitarristas com uma pegada indie em toda a música que fazemos e foi isso que os artistas coreanos escolheram. Então, não parece que temos que nos adaptar a outro mercado - é como se quase pertencêssemos a ele", afirma.

Os músicos dizem que, daqui para a frente, têm muito trabalho a fazer com artistas coreanos, mas que não deixaram sua própria carreira de lado. "Nosso novo single, chamado ''Stars', será lançado nesta sexta-feira (6/3), com participação do Prides (banda escocesa de synthpop). Há outro remix chegando também, mas não há data oficial ainda", avisa Max.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest