BTS: três últimos shows em Seul geraram 1 trilhão de wons (860 milhões de dólares)
Entretenimento

BTS: três últimos shows em Seul geraram 1 trilhão de wons (860 milhões de dólares)

Tudo que se refere ao BTS é muito grande. O número de fãs, de acesso a vídeos, de músicas ouvidas no Spotify, de venda de álbuns, de público de shows... A economia da Coreia do Sul só tem a comemorar com o sucesso tão grande de um produto cultural desses. Só com seus três últimos shows em Seul, em outubro, a banda gerou 1 trilhão de won (860,7 milhões de dólares).

O septeto encerrou sua "Love Yourself: Speak Yourself" em Seul, onde três concertos no Estádio Olímpico em outubro atraíram um total de 130 mil fãs. De acordo com uma pesquisa liderada por Pyun Ju-hyun, professor de administração da Universidade da Coreia de Seul, os shows geraram um total de 330,7 bilhões de won diretos e 592,2 bilhões de won de forma indireta.

O grupo de K-Pop vai se apresentar no show de Ano Novo da Times Square. Foto: Getty Images
O grupo de K-Pop vai se apresentar no show de Ano Novo da Times Square. Foto: Getty Images

A soma do efeito econômico direto reúne a receita total de vendas de ingressos e mercadorias, os custos de realização dos shows, incluindo taxas de aluguel de estádios e despesas do público, incluindo custos de transporte e acomodação.

Para o cálculo do efeito indireto, o relatório levou em consideração os novos gastos do consumidor pelas famílias cuja renda foi impulsionada pelos shows do BTS, a perspectiva de retornar à Coreia do Sul e gastos futuros de fãs estrangeiros.

A equipe realizou uma pesquisa com 356 fãs estrangeiros que participaram dos recentes shows de Seul para estudar quanto tempo ficaram na cidade para o evento, suas despesas locais e se estão dispostos a voltar ao país após os shows.

A equipe estimou que cerca de 187 mil turistas viajaram para a Coreia do Sul na época dos shows de outubro, sendo que 23 mil delas assistiram aos shows. Uma pessoa que tinha ingresso trouxe para Seul uma média de 3,28 acompanhantes.

Cerca de 23 mil fãs estrangeiros assistiram aos recentes shows do BTS em Seul. Foto: Getty Images.
Cerca de 23 mil fãs estrangeiros assistiram aos recentes shows do BTS em Seul. Foto: Getty Images.

Até mesmo durante um grande evento esportivo, os Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, em 2018, o percentual de turistas estrangeiros impulsionados pelo BTS foi de cerca de 67% dos 280 mil estrangeiros que visitaram a Coreia do Sul.

Há também fatores não quantificáveis observados pelo relatório, como o aumento global no interesse pela cultura e idioma coreanos graças ao grupo de k-Pop.

Mas os meninos não se contentam apenas a ser um produto bem rentável à economia de seu próprio país. Seguem em sua marcha de dominação do planeta, atendendo à demanda dos fãs. E que evento melhor para mostrar a força de sua popularidade do que ser o Ano Novo da Times Square?

É certo que este pedaço mais famoso de Nova York estará tomado pelo BTS Army, a legião enlouquecida de fãs da banda, durante o "Dick Clark’s New Year’s Rockin’ Eve with Ryan Seacrest", que é transmitido pela rede americana ABC. A banda participou com uma apresentação pré-gravada no evento de 2018, mas desta vez será ao vivo, no dia 31 de dezembro, dividindo o palco com Post Malone, Sam Hunt, Alanis Morissette e o elenco do musical da Broadway "Jagged Little Pill".

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest