Carl Cox escolhe seus 5 momentos inesquecíveis em festivais
Entretenimento

Carl Cox escolhe seus 5 momentos inesquecíveis em festivais

Publicidade

Desde os anos 1980, Carl Cox reina como um dos primeiros "DJs celebridade" do mundo. Pergunte a qualquer de música eletrônica e ele vai te responder, assertivo: a influência de Carl no techno e na house, especialmente, foram fundamentais na transformação dos estilos através do tempo. 

LEIA MAIS: Huminutinho ataca de DJ: a história da profissão que dita os ritmos nas festas

VEJA TAMBÉM: Música de Skrillex protege contra mosquitos? É o que a ciência descobriu em um novo estudo

Em quase 40 anos de carreira, o DJ já tocou em todos os festivais relevantes da cena: Tomorrowland, Glastonbury, Ultra Music Festival... E, diferente do que você pode imaginar, as memórias do astro sobre cada um deles estão fresquíssimas. Em entrevista à "MixMag", Carl fez um top 5 dos melhores momentos que ele já viveu em festivais. 

Desde os anos 1980, Carl Cox é um dos maiores nomes da música eletrônica no mundo / Foto: Getty Images
Desde os anos 1980, Carl Cox é um dos maiores nomes da música eletrônica no mundo / Foto: Getty Images

GLASTONBURY (1995)

Carl se lembra que a edição de 1995 foi uma das primeiras — se não a primeira — do festival de Glastonbury, na Inglaterra, a receber astros da dance music. Ele e DJs como System 7, Kevin Saunderson e Fatboy Slim haviam sido convidados para tocarem em uma espécie de tenta. "Eu lembro de pensar que nós não tínhamos a menor chance. Goldie havia lançado 'Timeless' e o The Cure tocaria no mesmo horário. Todo mundo iria querer vê-los. Mal sabia eu que muita gente havia abraçado a cultura da música eletrônica. Nós tivemos 25 mil pessoas em um lugar com capacidade para 8 mil", relembra. "Você consegue me imaginar naquele lugar pensando: 'o que está acontecendo aqui?'"

Glastonbury: público se diverte em tenda da edição de 2017 do festival / Foto: Getty Images
Glastonbury: público se diverte em tenda da edição de 2017 do festival / Foto: Getty Images

ULTRA MUSIC FESTIVAL (2001)

"É impossível não mencionar o Ultra Music Festival. Eu estive lá por 19 anos e agora eles são uma marca internacional", diz sobre o festival de Miami, nos Estados Unidos. A presença cativa em tantas edições complica o trabalho de Carl na hora de escolher um melhor momento. "Há muitos anos, eu me lembro de Josh Wink tocando 'Higher States of Consciousness', no começo da carreira. Eu só lembro da multidão pirando, era a primeira vez que eles ouviam aquilo. E você podia ver o lugar indo abaixo, as pessoas ao redor, os seguranças, todo mundo. Quando uma música se conecta às pessoas é algo incrível de se ver." 

Carl Cox se apresenta na edição de 2012 do Ultra Music Festival: presença cativa / Foto: Getty Images
Carl Cox se apresenta na edição de 2012 do Ultra Music Festival: presença cativa / Foto: Getty Images

KAPPA FUTURFESTIVAL (2012)

"Os italianos fazem a festa de verdade", brinca o DJ sobre o Kappa FuturFestival, na Itália. "É a céu aberto e não existe nenhum limite, nenhuma tenda. Eu fui um dos primeiros DJs a tocar lá e é incrível ver como ele cresceu e se tornou um festival com atenção mundial", destaca Carl. A melhor lembrança do Kappa? Uma memória de 2012: "No primeiro ano que eu toquei, eu olhei a área principal e pensei: 'Que merda é essa? Quem fez isso e por quê? É fenomenal e maravilhoso!".

AWAKENINGS (2012)

Mais uma lembrança de 2012. Parece que foi um ano bom para Carl Cox, não é? Uma das coisas mais marcantes sobre o festival, para o DJ, é o fato dele ser inteiramente de música eletrônica. "Eles têm umas sete zonas só de música eletrônica, só os melhores DJs", explica. "O melhor momento lá foi há cerca de 10 anos, na primeira vez que eu participei do festival e toquei 'Spastik', do Richie Hawtin. Essa música realmente levantou a galera", lembra. "Todas as tendas têm uma pista de dança, então você não dança na lama ou no gramado, existe uma pista de verdade, o que é algo que eu nunca vi. Eles acham que é importante que as pessoas não fiquem muito cansadas dançando durante todo o fim de semana. Eles realmente se preocupam com as pessoas."  

TOMORROWLAND (2018)

Tomorrowland, realizado na Bélgica, é provavelmente um dos maiores festivais do mundo, principalmente no que diz respeito à música eletrônica. Para Carl, um dos motivos para isso é a produção que envolve o festival. "Eu toco no Tomorrowland há quase 15 anos e as arenas que eles criam são simplesmente incríveis, é difícil de explicar. É quase como se você estivesse em 'Alice no País das Maravilhas'", diz. "Ano passado foi simplesmente demais!"

Para Carl, Tomorrowland é uma espécie de 'Alice no País das Maravilhas'. Na foto, a edição de 2013 do festival / Foto: Getty Images
Para Carl, Tomorrowland é uma espécie de 'Alice no País das Maravilhas'. Na foto, a edição de 2013 do festival / Foto: Getty Images

Publicidade

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest