Celeste: quem é a cantora revelação britânica, aposta da BBC para 2020
Entretenimento

Celeste: quem é a cantora revelação britânica, aposta da BBC para 2020

Quando chega dezembro, as apostas aumentam para saber quem será a nova revelação da música do próximo ano. Na Grã-Bretanha, um nome em comum vem aparecendo em quase todas as listas: o de Celeste. A cantora de 25 anos foi nomeada Artista do Ano da BBC Music Introducing 2019, iniciativa da emissora que descobre e promove novos talentos desde 2007.

A britânica de ascendência jamaicana cresceu em Brighton e começou a cantar há dez anos, inspirada por "Your Song", de Elton John. "Lembro-me de ter 15 ou 16 anos ... foi uma escolha de música bem engraçada para alguém dessa idade", diz ela ao programa "Woman's Hour", da BBC Radio 4. "Pedi à minha mãe que entrasse no meu quarto e disse a ela 'não olhe para mim, mas vou tentar cantar essa música'. Lembro-me dela parecendo satisfeita, o que me deu confiança para tentar um pouco mais", conta.

Celeste foi nomeada Artista do Ano da "BBC Music Introducing 2019". Crédito: Getty Images
Celeste foi nomeada Artista do Ano da "BBC Music Introducing 2019". Crédito: Getty Images

A cantora foi selecionada depois de inscrever uma música no site da BBC concorrendo com milhares de outros candidatos. Sua voz comovente dentro do estilo neo soul foi escolhida e logo estava tocando nas Rádio 1 e 1Xtra da BBC.

Sua jornada com o "Introducing" incluiu apresentações em todo o mundo, como o Glastonbury e o SXSW Festival nos Estados Unidos. Conversando com o DJ Huw Stephens, da BBC Radio1, logo depois de descobrir que ganhou o prêmio, Celeste explicou como ela achou os Estado Unidos "um lugar realmente proveitoso e inspirador" para escrever. "Foi como uma fuga de qualquer distração que posso enfrentar em casa", comentou.

Em fevereiro, ela apresentou seu hit "Strange" — selecionado para o Hottest Record de Annie Mac de 2019 - pela primeira vez no The Lexington, como parte de uma apresentação da BBC.

"Você nunca sabe como vai se sentir ou como as pessoas vão reagir quando você toca as coisas pela primeira vez. E foi um momento memorável para as pessoas também. Posso dizer que foi um dos meus destaques do ano", afirma.

Em março de 2017, Celeste lançou seu EP de estreia, "The Milk and Honey", pela gravadora Bank Holiday Records, de Lily Allen. No ano seguinte, assinou um grande contrato com a Polydor. Atualmente, está em turnê pela Europa com o incensado Michael Kiwanuka e já tem agendado para abril de 2020 um show no Shepherd's Bush Empire, em Londres.

Além de seu prêmio de Introducing, Celeste fez sua estreia na TV no Reino Unido no programa "Later… com Jools Holland" em outubro, está na lista final do BRIT Rising Star Award e na série Vevo DSCVR Artists To Watch 2020, para onde gravou uma performance exclusiva de "Lately". Diante de tanta expectativa, a cantora parece calma e diz que, junto a mais um monte de shows, quer se programar para lançar seu primeiro álbum. "O prazo é até o final do ano", promete.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest