Cinema impulsionou o crescimento da música clássica em 2018
Entretenimento

Cinema impulsionou o crescimento da música clássica em 2018

É bem provável que em sua retrospectiva de faixas mais reproduzidas em 2018 figure ao menos uma música clássica. Ahn? É isso mesmo, de acordo com associação de gravadoras do Reino Unido, a Official Charts Company. Segundo a instituição, o gênero foi o que cresceu mais rápido em número de reproduções e vendas, com um aumento de 10% em relação aos anos anteriores.

É uma ótima marca, ainda mais se comparada a outras, como a do aumento do consumo de todos os gênero reunidos: apenas 5,7%. Para se ter uma ideia: mais de 2 milhões de álbuns de música clássica foram adquiridos, baixados ou reproduzidos em serviços de streaming no ano passado. Inclusive, no Spotify e afins, o consumo de música clássica aumentou em 42%.

Mas ao que se deve à popularização da música clássica em 2018? A Official Charts Company acredita que o sucesso se deve às trilhas sonoras de filmes. No ano passado, entre os 30 discos de música clássica mais vendidos do ano, sete eram trilhas. Um longa cheio de faixas incríveis é "Me Chame Pelo Seu Nome" (2017), por exemplo. Digamos que a redatora que aqui escreve ajudou bastante a crescer esse número, pois ouviu essa playlist à exaustão.

Outro detalhe interessante é que as pessoas investiram no formado de CD, que representa 60% das vendas. Falando sobre o mercado do streaming , houve um crescimento de 42% no número de reproduções de faixas de músicas clássicas em 2018.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest