Clássico do rock progressivo do Emerson, Lake & Palmer inspira filme dos produtores de Jumanji
Entretenimento

Clássico do rock progressivo do Emerson, Lake & Palmer inspira filme dos produtores de Jumanji

"Karn Evil 9" sintetizou tudo pelo qual o rock progressivo era amado e odiado. Na verdade, sintetizou nem é um bom verbo, já que a faixa do álbum "Brain Salad Surgery" do Emerson, Lake & Palmer tem 29 minutos e 37 segundos e até teve que ser dividida em três "impressões" para poder caber no vinil. O fato é que, 47 anos depois, a incrível saga sobre o homem versus a tecnologia está destinada a ganhar as telas de cinema através da Radar Pictures.

Produtora executiva de franquias como "Jumanji" e "Riddick", a Radar garantiu os direitos de "Karn Evil 9", uma compsição incrivelmente ambiciosa que, ao explorar um tema complexo e pouco conhecido na época, foi visionária.

A história de "Karn Evil 9" é contada em três partes, sendo a primeira dividida em duas. A primeira "impressão" começa com a história de um mundo sombrio onde a humanidade está sendo destruída. Sua segunda parte conta como a decadência do velho mundo é preservada por meio de um espetáculo de carnaval futurista. A segunda impressão muda de uma música otimista para um intervalo lento e, em seguida, acelera o ritmo com uma estrutura semelhante à de uma sonata. É supostamente sobre computadores tramando contra os humanos, que nada suspeitam sobre isso. A terceira descreve uma guerra entre humanos e computadores, que pode ser interpretada de três maneiras diferentes.

Daniel H. Wilson, autor de best-sellers como "How To Survive a Robot Uprising" e "The Andromeda Evolution" e engenheiro de robótica, foi contratado para adaptar o roteiro inspirado na letra criada e gravada por Keith Emerson (1944-2016), Greg Lake (1947-2016) e Carl Palmer, atualmente com 69 anos, um dos maiores bateristas vivos.

Michael Napoliello e Maria Frisk serão os produtores, que já estão trabalhando em cooperação com o ELP e seus representantes. Ted Field, CEO da Radar e magnata da comunicação que já produziu mais de 60 filmes, vai assinar como produtor executivo da ficção científica. "O mundo visionário que o Emerson, Lake & Palmer criou com 'Karn Evil 9' está muito mais próximo da realidade hoje. Nossa equipe da Radar está ansiosa para levar essa visão de onde as coisas podem chegar às telas", disse Field ao "Deadline".

Wilson, que recentemente estava escrevendo um roteiro adaptado de seu livro "Robopocalypse" — projeto que chegou a ter Steven Spielberg cogitado para a direção mas acabou parando nas mãos de Michael Bay —, se disse incrivelmente empolgado com o novo trabalho. "Essa parceria com Ted e a Radar para explorar 'Karn Evil 9', um mundo único e emocionante, é empolgante! Eu não podia pedir melhores colaboradores e mal posso esperar para ajudar a adicionar a franquia à família Radar", disse o escritor.

Keith Emerson e seu Moog numa apresentação na California em 1974. Foto: Getty Images
Keith Emerson e seu Moog numa apresentação na California em 1974. Foto: Getty Images

Além de ousada musicalmente, proporcionando aos integrantes da banda uma oportunidade para mostrar seu virtuosismo instrumental, "Karn Evil 9" foi visionária. "Foi o começo da tecnologia de computadores, e já estávamos sendo acusados de usar a tecnologia de computadores em nossa instrumentação, a ponto de algumas pessoas realmente acreditarem que quando tocamos no palco, não éramos nós!", disse Keith Emerson à "Rolling Stone" em 2000, lembrando que nos shows do grupo nessa época, havia um momento final em que o Moog se virava, encarando a platéia e explodia enquanto os três deixavam o palco. "Era como dizer: 'Isso é tecnologia de computador e está assumindo o controle'", contou Keith.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest