Colegas de Lady Gaga na faculdade criaram grupo para dizer que ela nunca seria famosa
Entretenimento

Colegas de Lady Gaga na faculdade criaram grupo para dizer que ela nunca seria famosa

"Não é sobre ganhar, é sobre não desistir e lutar pelos seus sonhos. Não é sobre a quantidade de vezes e que você é rejeitada, mas a quantidade de vezes que você fica de pé e segue em frente". O discurso de Lady Gaga no Oscar foi mais uma oportunidade em que a cantora e atriz disse palavras de incentivo e perseverança. Ao longo de toda a temporada de prêmios, ela deixou bem claro sobre o quanto batalhou para chegar onde chegou. E isso tem um porquê.

Nos primórdios do Facebook, quando Gaga ainda era uma estudante da Universidade de Nova York (NYU), alguns alunos que a conheciam criaram um grupo na rede social para debochar de sua aspiração pela fama e pelo sucesso. O nome era "Stefani Germanotta, you will never be famous", ou, em bom português, "Stefani Germanotta, você nunca vai ser famosa".

Uma ironia e tanto para quem só este ano ganhou um Oscar, três Grammys, um Globo de Ouro, só para destacar algumas vitórias.

Em 2016, a jornalista Lauren Bohn fez uma publicação no Facebook para falar sobre o assunto.

"Quando eu era uma caloura na NYU e o Facebook tinha apenas um ano de idade, as pessoas criavam grupos como 'Eu tenho covinhas', 'Me fod*' e 'Identidade falsa, por favor'. Eu me lembro de me deparar com um grupo que partiu meu coração. O nome dele era 'Stefani Germanotta, você nunca vai ser famosa'", escreveu.

"A página mostrava fotos de uma jovem parecida com a Norah Jones, estudante da NYU de 18 anos, que cantava e tocava piano em bares locais. O grupo estava cheio de comentários afiados como agulhas de porco-espinho, difamando a aspirante a cantora, chamando-a de 'vadia querendo atenção'".

"Eu não conseguia me livrar da sensação de achar um nojo enquanto passava por aquela página no Facebook, mas eu praticamente — e rapidamente — esqueci sobre aquele grupo e aquela garota."

"Até cerca de cinco anos depois. Eu estava em um trem de Nova York para a Filadélfia, lendo um perfil escrito por Vanessa Grigoriadis para a 'New York Magazine' sobre Lady Gaga. Eu fiz uma leitura levemente dinâmica, um pouco sem pensar, até chegar à primeira frase do segundo parágrafo: 'Antes da reunião, eu assumi que alguém com um nome artístico com 'Lady' (o nome dela de verdade é Stefani Joanne Germanotta) seria um pouco fria'. Put* merda, eu gritei. Lady Gaga é Stefani Germanotta? Stefani é Lady Gaga?".

Eu fui dominada por uma bomba emocional como se fosse o triunfo de uma vingança nerd. Mas também pela vergonha. Vergonha de nunca ter escrito naquele grupo, de nunca ter defendido aquela garota".

"Eu tenho muitos sentimentos, mas o mais fácil de articular é gratidão. Stefani, obrigada. Obrigada por sempre pensar que você é uma super estrela, por usar suas inseguranças para deixar a luz brilhar mais intensamente".

'Você nunca vai ser famosa': parece que o jogo virou / Foto: Reprodução
'Você nunca vai ser famosa': parece que o jogo virou / Foto: Reprodução

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest