Conheça a Londres 'assombrada' pelo fantasma dos Rolling Stones
Entretenimento

Conheça a Londres 'assombrada' pelo fantasma dos Rolling Stones

Mick Jagger, Keith Ricards e Brian Jones são naturais das cidades de Dartford e Cheltenham. Portanto, essas duas metrópoles inglesas estão para os Rolling Stones assim como Liverpool está para os Beatles . Só que... não. Na verdade, o ponto de partida para a banda é a capital do país, Londres, onde o grupo se juntou definitivamente. Portanto, nada melhor do que um pequeno tour pelo local, coisa que todo fã adora. Baseados numa reportagem do "Telegraph", mostramos o caminho das pedras para conhecer a Londres dos Stones, assombrada por lugares que não existem mais, viraram "fantasmas".

Mick Jagger, Keith Richards e Brian Jones (1942-1969) dividiram um flat no número 102 da Edith Grove., em Chelsea, não muito longe de onde fica o estádio do clube do bairro, Stamford Bridge. Eles viviam em condições deprimentes, o local foi descrito por Keith como "totalmente nojento e sujo". Apesar disso, qual fã dos Stones não gostaria de visitá-lo? Hoje, o apartamento está à venda por mais de £ 1 milhão. Vai encarar? Se a resposta for não, sem problemas, pois há como ver uma réplica da residência na exposição "Exhibitionism", em Sidney, na Austrália.

Na Mapesbury Road, em Kilburn, noroeste de Londres, Mick, Keith e o empresário da banda, Andrew Oldham, também compartilharam o teto. Há uma lenda que diz que Andrew trancava os dois na cozinha e não os deixava sair de lá até que escrevessem uma música. É bem provável que "Satisfaction", "Get Off My Cloud" e "19th Nervous Breakdown" tenham surgido a partir dessa maluquice.

Os Rolling Stones no Green Park, em Londres, em 11 de janeiro de 1967/Getty Images
Os Rolling Stones no Green Park, em Londres, em 11 de janeiro de 1967/Getty Images

Os Stones realizaram uma série de shows em boates da capital da Inglaterra. Mas, infelizmente, esses lugares não existem mais. Ainda assim, é possível visitar os endereços do Flamingo Club, na Wardour Street, do Studio 51, na Great Newport Street, e do Marquee Club, na Oxford Street. Mas foi mesmo no Crawdaddy Club, em Richmond, cidade suburbana da grande Londres, que eles ganharam notoriedade, pois fizeram uma residência musical por lá — assim como os Yardbirds, que os sucederam, Ray Davies, antes de formar o Kinks, e outros grandes músicos. O local, legendário, existe em uma versão "recauchutada" em 2011, que tenta emular nostalgicamente a atmosfera dos anos 1960.

Enquanto os Beatles adoravam o estúdio Abbey Road, os Stones tinham preferência pelo Olympic, na Church Road. Foi no endereço que gravaram "Let It Bleed", de 1969, e "Beggars Banquet", de 1968. Antes de ser convertido em estúdio de gravação, o Olympic foi um teatro, fundado em 1906. Lá, além dos Stones, também gravaram Jimi Hendrix e Led Zeppelin. Hoje, o local é um complexo de cinemas e restaurantes.

Mick Jagger e Keith Richards no Olympic Studios, em Londres, em 23 de maio de 1967/Getty Images
Mick Jagger e Keith Richards no Olympic Studios, em Londres, em 23 de maio de 1967/Getty Images

Com a fama, o dinheiro entrou na conta dos Stones. Quem começou a gastar sua fortuna foi Keith, que comprou uma propriedade do século XVIII na Cheyne Walk, número 3. Em seguida, Mick fez o mesmo, adquirindo a casa no número 48. Foi nessa rua, no bairro do Chelsea, onde as grandes festas da banda aconteceram, assim como a prisão de Mick e de sua namorada na época, Marianne Faithfull. Antes dessa passagem pela cadeia, Brian Jones foi detido no Tribunal de Magistrados, na Marlborough Street. Outro local "encantador" para se conhecer já que, atualmente, é um hotel de luxo.

A farmácia citada na faixa "You Can’t Always Get What You Want", do disco "Let It Bleed", fica no mesmo bairro onde Mick e Keith moravam, no Chelsea. Agora, o estabelecimento é um McDonald's. Ao menos, vale passar lá para um lanche.

Agora, se você gosta de praticidade, e não de bater perna por aí, empresas de ônibus realizam passeios com a temática dos Rolling Stones ao longo da King's Road, passando por loja onde os membros da banda faziam compras, e depois seguem para o Olympic Studios e a Edith Grove. Terá que pagar umas libras a mais. Mas fã é fã, né?

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest