'Coringa': trilha tem Cream, com Ginger Baker quebrando tudo, e Gary Glitter, condenado por pedofilia
Entretenimento

'Coringa': trilha tem Cream, com Ginger Baker quebrando tudo, e Gary Glitter, condenado por pedofilia

"Coringa", o filme de Todd Phillips sobre o principal vilão do Batman, estreou nos cinemas na última quinta-feira (3). Desde então, o longa-metragem protagonizado por Joaquin Phoenix, de 44 anos, tem arrebatado todo tipo de sentimento nos espectadores de todo o mundo. Isso, por conta da trágica história do personagem, cuja atuação de Phoenix se destaca e, muito provavelmente, será indicada ao Oscar, mas não somente.

Bota aí na conta um cenário de Gotham totalmente degradado, uma fotografia impecável e, claro, uma trilha sonora bem construída em torno da narrativa violenta sobre a trajetória de Arthur Fleck antes de tornar-se o palhaço macabro.

A responsável pela curadoria das faixas de "Coringa" é a compositora islandesa Hildur Guðnadóttir, que já trabalhou na série da HBO "Chernobyl" (2019) e no filme "Sicario: Terra de Ninguém", de 2015.

Para ilustrar o complexo universo do protagonista, Hildur escalou grandes intérpretes em canções que casam à perfeição com os momentos do personagem e situações retratadas. Frank Sinatra (1915-1998) brilha em duas escolhas ótimas: uma, mais óbvia para o tema, o standard "Send In The Clowns", e outra, deliciosa, "That's Life", gravada pelo cantor em 1966, com ecos do rhythm & blues de Ray Charles). Elas narram cenas e sentimentos comuns ao universo dos palhaços, como sorrisos, risadas, alegria, felicidade, mas sempre com uma tom algo sombrio."White Room", do Cream, trio formado por Eric Clapton, o baixista Jack Bruce (1943-2014) e o grande Ginger Baker (1939-2019), morto no dia 6 de outubro, traz o baterista quebrando tudo, em total adequação à cena de tumultos de rua mostrada.

Veja a trilha sonora completa de 'Coringa':

'Everybody Plays The Fool', do Main Ingredient

'The Moon Is A Silver Dollar', de Lawrence Welk & His Orchestra

'Slap That Bass', de Fred Astaire

'If You're Happy And You Know It', de Chaim Tenenbaum

'Send In The Clowns', de Frank Sinatra

'My Name Is Carnival', de Jackson C. Frank

'Smile', de Jimmy Durante

'That's Life', de Frank Sinatra

'Rock 'N' Roll (Part 2)', de Gary Glitter

'White Room', do Cream

Uma das faixas do filme se destaca, em especial, por ser de autoria de um pedófilo. Trata-se de "Rock 'N' Roll (Part 2)", de Gary Glitter, 76 anos, que foi condenado em 2015 por cometer crimes de violência sexual contra menores de idade. A sentença prevê que o músico fique preso por 16 anos. Alguns críticos estão preocupados com o uso da música no longa, uma vez que Gary irá lucrar, e muito, com o uso de sua canção em "Coringa". Estima-se, segundo o "Independent", que ele receba 30% dos lucros em cima do direito autoral da faixa.

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest