David Lee Roth, 65 anos, na estrada com o Kiss: 'Na minha idade, tudo é uma despedida'
Entretenimento

David Lee Roth, 65 anos, na estrada com o Kiss: 'Na minha idade, tudo é uma despedida'

A página principal do site de David Lee Roth traz a foto do Kiss anunciando a turnê "End Of The Road" e a sua chamando para o show "Rock Vegas". O cantor está fazendo os shows de abertura da última turnê da banda de heavy metal nos Estados Unidos e, em março, faz seis apresentações em Las Vegas. Abaixo das fotos, lê-se: "The Last Tour (Unless it isn’t)". É mais uma brincadeira do fanfarrão Roth, que andou dizendo em entrevista ao "Star Tribune" que "na minha idade, tudo é uma possível turnê de despedida". Ele está com 65 anos - e ainda está muito bem disposto.

Uma das últimas vezes de Roth nos palcos foi na turnê de "A Different Kind of Truth", do Van Halen, em 2012; a segunda de duas turnês de reunião com a banda sem o baixista original Michael Anthony. Rumores de outra turnê persistiram até poucos meses atrás, mas o cantor deixou claro que a banda provavelmente está terminada. "Esperei cinco anos pelo Van Halen, e agora é hora de brilhar", disse David Lee Roth, que começou uma residência na House of Blues, em Las Vegas, no mês passado antes de se juntar ao Kiss.

Questionado sobre Eddie Van Halen, que luta contra o câncer desde o início dos anos 2000, Roth simplesmente disse que o repórter sabia tanto quanto ele. Mas acrescentou um afago ao companheiro de tantos anos de banda: “Ed, Deus o abençoe, pode ter uma boa quantidade de tempo pela frente. Mas sair na estrada é uma tarefa implacável. Isso acaba com as pessoas".

Dave não quer mais falar sobre rompimento original com o Van Halen em 1985: "Isso é passado, soa como batalhas antigas ecoando nos meus ouvidos". Ele faz questão de dizer que foi uma época muito boa em sua carreira. "Foi uma ótima viagem, uma longa corrida. Lembro-me dos dias em que parávamos e dizíamos: 'Vamos fumar um cigarro'. E foi o que fizemos: quatro caras com um cigarro. São dias que passam rápido, então aprecie-os enquanto você estiver neles. Porque é um tipo de música que requer a energia que as pessoas na casa dos 20 anos têm. Você sabe o que NFL significa, 'Not for long'. É semelhante no rock", brincou, fazendo uma alusão à sigla da National Football League.

Roth parece minimizar sua própria disposição pois, aos 65 anos, cumpre uma agenda puxada, com vários trechos onde há dois e até três shows seguidos; com o Kiss canta nesta sexta (21/2) em Iowa e no sábado (22/2), em Dakota do Norte, por exemplo. Ele se diz feliz por poder fazer uma turnê. "Sou um homem de 40 mil horas agora, e acho que os caras de Kiss são homens de 50 mil horas", contou, divertindo-se.

Todas essas horas de experiência de trabalho trazem, segundo o cantor, uma maior confiança, mas também um medo saudável e bom do que a realidade pode realmente trazer. "Isso faz com que saibamos apreciar o que podemos fazer e o que fazemos para viver. Conheço muitas pessoas que odeiam o que fazem da vida”, destacou.

Em sua residência em Las Vegas, que começou em janeiro e será retomada em 18 de março, ele é acompanhado por uma nova banda ancorada pelo guitarrista Al Estrada, da banda de tributo Van Halen Eruption, e alguns músicos da área de Los Angeles.

Os fãs adoraram o setlist de Van Halen ("Vegas", "Unchained", "Mean Street", "Everybody Wants Some", "Panama" e "Jump"), mas alguns momentos de "Diamond Dave", álbum solo lançado em 2003, receberam críticas, principalmente em relação à voz. E também reclamaram quando ele esqueceu a letra de “California Girls”. "Eu esqueci a porra da letra!", brincou com o próprio deslize, batendo com a mão na testa. Sobre a voz, ele também não liga para o que falam: "Nunca tive ilusões sobre minha voz. Parece quatro milhas de estrada reta com pneus estridentes. Mamãe costumava dizer isso; na verdade, ela disse isso na semana passada...", gargalhou.

Roth disse o que seria uma voz perfeita para ele: “A definição de vocais perfeitos para algumas pessoas pode ser Adam Lambert. Minha definição de absolutamente o melhor vocal dos últimos 20 anos é 'Girl, you got what I need! And you say he’s just a friend…", cantarolou, imitando, em evidente deboche, o rapper Biz Markie e sua gravação de "Just A Friend", que na verdade é de 1989 (basta ouvir aqui para perceber a ironia).

Roth se apresenta em Las Vegas até 28 de março e ainda passa pelos festivais Epicenter em maio e Firefly Music em junho. Logo depois, em agosto, volta à estrada com o Kiss na Pennsylvania e vai até 2 de outubro no Texas, teoricamente o último show da turnê "End Of The Road" nos Estados Unidos.

Tags relacionadas:
EntretenimentoKiss

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest