De Beyoncé a Cardi B: como as estrelas da música lidaram com a gravidez?
Entretenimento

De Beyoncé a Cardi B: como as estrelas da música lidaram com a gravidez?

"Más notícias: não consigo mais ver minha vagina", escreveu Cardi B no Twitter em junho, época em que estava grávida de sua primeira filha, Kulture, nascida em 10 de julho de 2018. A rapper americana quebradora de recordes revelou a gravidez durante uma performance no programa "Saturday Night Live" em abril. Tornando público praticamente todo o processo pelo qual seu corpo estava passando, ela tweetava constantemente sobre seu estado e humor, descrevendo a gravidez como um "inferno".

Assim que seu bebê veio ao mundo, ela continuou contando o que estava acontecendo em sua vida: "Estou apaixonada e sinto que estou derretendo", disse na rede social. Em outra ocasião, ela comentou que estava "superestimando essa coisa de ser mãe". Na sequência, cancelou as datas de sua turnê marcadas para seis semanas após o parto.

Se anos atrás era pouco provável ver estrelas pop falando normalmente sobre a gravidez, hoje isso é completamente natural. Ninguém mais esconde o barrigão e os prós e contras da maternidade. Até mesmo Beyoncé, que após descobrir estar gestando gêmeos, em 2017, foi 100% transparente nas redes sociais, principalmente no Instagram, onde não economizou nas fotografias.

Já na gravidez de Blue Ivy, nascida em 2012, a postura da diva era mais "discreta", aparecendo poucas vezes em público — ainda assim, ela anunciou que estava esperando sua primeira filha no MTV Video Music Awards, o que foi um baita de um avanço para a época.

Instagram URL not provided

Na vanguarda do movimento — que pessoalmente chamo de "barriga livre" — está a rapper MIA. Em 2009, ela desfilou pelo tapete vermelho do Grammy usando um vestido transparente com bolinhas mostrando toda volúpia de seu barrigão. Diva é diva, né, mores? No entanto, muitos blogueiros famosos (e caretas) criticaram a atitude da cantora.

MIA durante a premiação do Grammy em 2009 / Getty Images
MIA durante a premiação do Grammy em 2009 / Getty Images

Quando há uma mulher na linha de frente, sendo vítima de todo tipo de preconceito, essa atitude abre portas para outras virem em seguida, como Lily Allen, que tratou sobre gravidez e lipoaspiração no clipe de "Hard Out Here", de 2013. No século XX, no entanto, essa realidade era bem menor.

Uma das poucas divas a serem fotografadas durante a gravidez foi Diana Ross. Ela, inclusive, se apresentou com o barrigão da filha Tracee Ellis Ross, em 1976. Quem fez o mesmo foi Neneh Cherry, em 1988. Nessa época, era preciso muita coragem para comprar essa briga. Acredita?

O motivo para tanto "esconde-esconde" no passado era justamente o eterno enquadramento no padrão de "perfeição" que as divas pop precisavam preencher. "Gravidez era considerada um horror naquela época", afirmou a cantora Emmy the Great ao "Guardian". "Nós estávamos cheias de pelos, cheiros e fluidos. Não dá para ser sexy assim. Os fãs não esperam que suas estrelas comprem fraldas e durmam mal".

Graças aos avanços do feminismo, as cantoras não mais precisam passar por esse tipo de assédio. No entanto, outros começaram a aparecer, como aquele que Kehlani passou recentemente, durante sua gravidez. "Sempre digo "olá" para todos, mas não toquem na minha barriga", escreveu a artista em seu Twitter, como informou a "Billboard". Respeita as mulheres grávidas! Essa é a mensagem que fica para todos.

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest