De Kraftwerk a Chemical Brothers: Museu do Design de Londres faz exposição sobre música eletrônica
Entretenimento

De Kraftwerk a Chemical Brothers: Museu do Design de Londres faz exposição sobre música eletrônica

A "Electronic: From Kraftwerk To The Chemical Brothers" será a primeira exposição com tema musical do Museu de Design de Londres. A partir de abril, o espaço será tomado por capas de discos, feixes de laser dos shows de Jean-Michel Jarre até as incríveis videografias do produtor e compositor irlandês Aphex Twin.

A exposição é uma adaptação da "Electro Expo", realizada ano passado no Musée de la Musique — Philharmonie de Paris, na França. Os fãs do Daft Punk podem ficar decepcionados pois o acervo do grupo não será apresentado em Londres. Mas não há do que reclamar, pois haverá mais de 400 itens sobre música eletrônica à disposição para os visitantes. A trilha sonora, assinada pelo DJ parisiense Laurent Garnier para o deleite dos fãs da house francesa, será sincronizada com a iluminação e os vídeos da exposição.

Uma experiência 3D vai reviver as performances ao vivo do grupo alemão. Foto: Getty Images
Uma experiência 3D vai reviver as performances ao vivo do grupo alemão. Foto: Getty Images

A mostra será dividida em quatro seções: "Man and Woman Machine", "Dancefloor", "Mix and Remix" e "Utopian Dreams and Ideais". A visita começa com uma linha do tempo de instrumentos revolucionários e os artistas que foram pioneiros ao usá-los.

O público vai participar de uma imersão em 3D projetada por Adam Smith e Marcus Lyall que transporta os convidados para um show ao vivo do Chemical Brothers inspirado na turnê "No Geography". Em um texto do programa da exposição, os Chemical Brothers, dizem que "o design é um elemento essencial para aprimorar a experiência do nosso show ao vivo. Esta nova instalação fornecerá informações sobre como trabalhamos com Adam & Marcus no aspecto visual de nossos projetos". Smith e Lyall acrescentam que "estão entusiasmados em traduzir isso para um cenário de museu pela primeira vez".

A exposição terá uma imersão que vai transportar o visitante para um show do Chemical Brothers. Foto: Getty Images
A exposição terá uma imersão que vai transportar o visitante para um show do Chemical Brothers. Foto: Getty Images

Também haverá uma homenagem ao meio século da história do Kraftwerk através de uma experiência 3D de meia hora, que vai reviver as incríveis performances ao vivo do grupo alemão.

O "mundo visual extremo" que o artista Weirdcore criou para o vídeo "T69 Collapse" de Aphex Twin, além de designs de máscaras para ele e o colega Squarepusher e as imagens do agora extinto clube de Manchester Haçienda, estão entre as iconografias que serão incluídas na exposição.

Para os mais saudosistas, haverá um estúdio de música "imaginado" por um dos mais emblemáticos artistas dedicados à música eletrônica, o francês Jean-Michel Jarre, 71 anos, com direito à famosa harpa de laser colorida.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest