Desafiada a separar lixo plástico, Kate Nash compôs 'Trash'
Criatividade

Desafiada a separar lixo plástico, Kate Nash compôs 'Trash'

Kate Nash divulgou a faixa intitulada "Trash", criticando o uso indiscriminado de plástico. É um tema pouco usual para aparecer em composições, mas que bom que a agenda da sustentabilidade está ganhando o espaço merecido — e cada vez mais, desde que várias cidades aboliram o uso de sacolas plásticas e de canudos, por exemplo. Como contou em entrevista, a ideia para a composição surgiu após a cantora ser desafiada a separar todo plástico utilizado por ela durante alguns dias.

"'Trash' foi escrita após eu ter sido convidada para uma exposição de curadoria de Athena Paginton. Ela pediu que os artistas recolhessem o plástico utilizado durante alguns dias e que fizessem algo com ele depois", disse a artista britânica à revista "NME".

A experiência que concebeu "Trash" inspirou tanto a cantora que ela espera realizar o formato de próximo disco de estúdio com resina reutilizada. "Fui até uma imensa pilha de plástico e quero botar isso em prática. Estou realmente inspirada e a temática sobre meio ambiente e sustentabilidade estará nas minhas próximas canções", declarou ela.

A letra de "Trash" inclui trechos como: "impure toxic devotion runs through me like river to a plastic ocean/Chemicals burn inside my heart, I’m holding on like a car that just can’t start". Em tradução livre, seria algo como "Devoção impura e tóxica me atravessa como um rio a um oceano de plástico/Produtos químicos queimam meu coração por dentro. Estou parada esperando como um carro que não consegue dar ignição".

Veja o clipe da faixa abaixo:

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest