‘Diz que é verdade, que tem saudade’: ‘Evidências’ completa 30 anos e compositores relembram história
Entretenimento

‘Diz que é verdade, que tem saudade’: ‘Evidências’ completa 30 anos e compositores relembram história

"Quando eu digo que deixei de te amar, é porque eu te amo". Fale o que quiser, mas a verdade é uma só: não existe uma alma sob a face da Terra que resista aos primeiros versos de "Evidências". Pesquisas (nunca feitas) comprovam que 9 em cada 9 pessoas fecham os olhos e colocam a mão no peito para cantar o maior hino do sertanejo, lançado em 1990 por Chitãozinho e Xororó. Amada nos karaokês e querida por fãs dos mais variados gêneros musicais, a música foi composta em maio de 1989 e completa, portanto, 30 anos.

Ao longo de três décadas, a canção se tornou um grude no imaginário popular brasileiro. O que poucos sabem é que "Evidências" na voz de Chitão e Xororó é, na verdade, uma regravação. A música foi lançada por Leonardo Sullivan em 1989, no álbum "Veneno, Mel e Sabor".

A capa do álbum ‘Veneno, Mel e Sabor’, de Leonardo Sullivan
A capa do álbum ‘Veneno, Mel e Sabor’, de Leonardo Sullivan

Composta por Paulo Sérgio Valle e José Augusto, a faixa faz um sucesso tão grande até hoje que fica difícil pensar no que vai ser de nós se um dia existir um tempo que em "Evidências não seja mais um hit. "É um fenômeno, não sei explicar o que aconteceu com essa música. É uma coisa extraordinária", disse Paulo, em entrevista à "Globo News". Até hoje, os dois nunca haviam se reunido para relembrar o sucesso.

Os dois compositores afirmam que a inspiração para a letra não veio de uma história específica, mas da experiência de vida dos dois. E por muito pouco, ela não ficou sem uma de suas melhores partes: "diz que é verdade/ que tem saudade". Os versos foram incluídos apenas no dia seguinte ao da composição. Paulo já considerava a música perfeita e completa, quando José Augusto telefonou para ele dizendo que "faltava um complemento".

Nessa parte, a versão de Sullivan tem uma diferença. Os versos originais cantam "diz que é verdade/ que tem saudade/ que um dia você vai voltar para mim". Chitão e Xororó já apresentam a música de outra forma: "diz que é verdade/ que tem saudade/ que ainda você pensa muito em mim/ Diz que é verdade/ que tem saudade/ que ainda você quer viver pra mim".

Por incrível que pareça, a faixa foi rejeitada pela gravadora em um primeiro momento. A sorte foi que Michael Sullivan estava na reunião naquele dia e perguntou se poderia levar a música para gravar com seu irmão. Foi assim que a canção chegou até Leonardo. Depois de já lançada, José Augusto a ofereceu pessoalmente a Chitãozinho e Xororó.

Versão de Chitãozinho e Xororó é um dos maiores sucessos da dupla sertaneja até hoje
Versão de Chitãozinho e Xororó é um dos maiores sucessos da dupla sertaneja até hoje

"Ele (José Augusto) falou: 'Gente, me desculpem, porque essa música eu achei que tinha a ver com vocês mas ela já foi gravada. Mas se vocês quiserem aproveitar...' Quando a gente ouviu, meu Deus!", contou Xororó, também a "Globo News".

Só nos resta levantar as mãos para os céus e agradecer aos astros que se alinharam para "Evidências" chegar até nós. A verdade é que a gente é louco pela música e já aceitamos, há muito tempo, que não dá mais para separar as nossas vidas.

Tags relacionadas:
EntretenimentoSertanejo

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest