Dois anos depois do atentado no show de Ariana Grande, grupo de K-Pop Blackpink homenageia vítimas
Inspiração

Dois anos depois do atentado no show de Ariana Grande, grupo de K-Pop Blackpink homenageia vítimas

Em 22 de maio de 2017, Ariana Grande realizava um show na Manchester Arena, no Reino Unido. Ao fim da apresentação, aconteceu uma enorme explosão causada por um homem-bomba. Ele abriu fogo contra o público presente, deixando 22 mortos e mais de 100 feridos. Dois anos após o atentado, o mundo e a cidade de Manchester continuam a lembrar da tragédia, que devastou diversas famílias e marcou para sempre a história do local.

Nesta quarta-feira (22), o grupo de k-pop feminino Blackpink se apresentou na cidade inglesa e fez um tributo às vítimas do atentado, dedicando a elas a faixa "Stay".

"Blinks (como o fã-clube das meninas é conhecido), obrigada por estarem conosco esta noite. É um privilégio fazer um show aqui em Manchester, principalmente neste momento. Nós enviamos nossas orações e amor para os amigos e familiares que lutaram durante momentos difíceis. Estamos aqui por vocês", escreveram no telão, com a hashtag #OneLoveManchester.

No Twitter, as hashtags #OneLoveManchester e #ManchesterRemembers estavam entre as mais comentadas do Trending Topics. A cantora Ariana Grande, por razões óbvias, fez sua singela homenagem, publicando um emoji de abelha (insígnia da cidade e marca do atentado) em seus Stories do Instagrama. Ela é a pessoa mais seguida na rede social, com 115 milhões de seguidores. Sua mãe, Joan, disse que as vítimas e a cidade de Manchester estão sempre "em seu coração e em seus pensamentos" em um tweet.

Em junho de 2017, Ariana realizou um show beneficente para ajudar as vítimas do atentado/Getty Images
Em junho de 2017, Ariana realizou um show beneficente para ajudar as vítimas do atentado/Getty Images

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest