Elvis Presley tem surgimento 'revolucionário' mostrado em série de Ken Burns sobre country
Entretenimento

Elvis Presley tem surgimento 'revolucionário' mostrado em série de Ken Burns sobre country

O diretor de Ken Burns, 66 anos, responsável pela histórica série documental "Jazz" (2001), se debruçou sobre outro gênero musical americano fundamental e produziu uma nova empreitada para o canal de TV americana PBS: "Country Music". A cada episódio, o programa narra a história daquele universo de ritmos, trazendo à tona seus principais personagens, como Johnny Cash (1932-2003) e o próprio Elvis Presley (1935-1977), presentes no quarto ato da série, intitulado "I Can't Stop Loving You".

No site da emissora PBS é possível assistir a este e outros episódios na integra, mas não em território brasileiro. Conseguimos, apenas, dar uma conferida no trailer oficial (veja abaixo).

Além de Elvis e Johnny, que falaremos mais abaixo, o episódio aborda especialmente a história do gênero country nas cidades de Memphis e Nashville. Por isso, não deixa de citar grandes nomes da cena local, como o cantor Ray Prince (1926-2013), Brenda Lee, de 74 anos, a cantora e compositora Wanda Jackson, de 81, Carl Perkins (1932-1998), o duo Everly Brothers, o pianista Ray Charles (1930-2004), Willie Nelson, de 86 anos, e o casal de compositores Felice e Boudleaux Bryant.

A sinopse de "I Can't Stop Loving You" no site da emissora revela que o episódio trata apenas sobre o período temporal de 1953 a 1963 nas duas cidades supracitadas. "Viajaremos até Memphis, onde o rockabilly nascia no Sun Studios com Elvis Presley e Johnny Cash. Cruzaremos os EUA com Ray Charles que gravava seu álbum de música country. Em Nashville, encontraremos com Patsy Cline (1932-1963), a diva da nova música local", diz o texto.

Um dos destaques do episódio é o encontro entre Johnny Cash e June Carter (1929-2003) em 1963, quando gravaram "Ring of Fire", para o desgosto da então mulher do cantor na época, Vivian. Os dois se casaram em 1968 e ficaram juntos até a morte, que aconteceu no mesmo ano.

Outro momento que vale especial atenção é quando Ken Burns aborda a juventude de Elvis Presley em Memphis. Quando jovem, ele era apenas um músico que combinava R&B com música country . E foi assim até o lançamento de seu primeiro single "That's All Right", seguido por "Blue Moon of Kentucky", apontada como uma "recriação revolucionária" da canção de Bill Monroe (1911-1996).

A canção de estreia do Rei do Rock se tornou um "fenômeno regional" e lhe rendeu um convite para tocar no Grand Ole Opry, em Nashville. Acontece que a apresentação não foi muito bem recebida pelo público local. "A plateia foi educada, na melhor das hipóteses", narra o ator Peter Coyote no episódio. Depois disso, Elvis nunca recebeu outro convite novamente.

Em Memphis, em dezembro de 1956, reuniram-se os músicos Jerry Lee Lewis, Carl Perkins, Elvis Presley e Johnny Cash. Eles formavam o 'Million Dollar Quartet'. No registro, os artistas estão no Sun Studios, em uma sessão de gravação/Getty Images
Em Memphis, em dezembro de 1956, reuniram-se os músicos Jerry Lee Lewis, Carl Perkins, Elvis Presley e Johnny Cash. Eles formavam o 'Million Dollar Quartet'. No registro, os artistas estão no Sun Studios, em uma sessão de gravação/Getty Images

Como "I Can't Stop Loving You" é um programa sobre a história de Memphis, não há como deixar de citar o Million Dollar Quartet, uma encontro musical entre Elvis Presley, Carl Perkins, Jerry Lee Lewis e Johnny Cash que aconteceu, especialmente, em 4 de dezembro de 1956 no estúdio Sun Records. Foi apenas uma jam session, mas ficou marcada para sempre na mente dos fãs da música country.

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest