Em 12 de janeiro de 1959, era fundada a gravadora Motown
Especial

Em 12 de janeiro de 1959, era fundada a gravadora Motown

0

Publicidade

Quando o compositor Berry Gordy Jr. começou a ganhar seus primeiros trocados com a venda dos singles que ajudava a compor para artistas como Jackie Wilson e The Matadors, no final dos anos 1950, ele viu que aquilo era parte de uma engrenagem comercial muito mais ampla. Percebeu que poderia ganhar muito mais produzindo e distribuindo discos por conta própria e resolveu fazer uma aposta alta. Pegou o dinheiro que ganhou com as vendas das músicas que compôs (incluindo o grande hit de Jackie Wilson, "Lonely Tears"), juntou com uma grana de sua família e fundou sua própria gravadora no dia 12 de janeiro de 1959. A princípio a empresa chamava-se Tamla e já tinha seus primeiros sucessos logo que começou a funcionar, mas em pouco tempo adotou o nome que a tornou famosa, ao juntar os pedaços das palavras que tornavam sua cidade-sede conhecida. Detroit, nos Estados Unidos, era a meca da indústria automobilística e reconhecida pelos EUA como a cidade dos motores ("motor town"). Ao fundir as duas palavras, ele batizou a gravadora que mudaria a cara da música pop nas décadas de 1960 e 1970, a Motown.

Berry adotara inclusive o mesmo formato inventado por Henry Ford, criador do conceito de linha de montagem que levou a empresa que tinha seu sobrenome ao topo da indústria automobilística. Em vez de vários times produzirem um carro ao mesmo tempo, vários funcionários faziam apenas uma das partes na fabricação do automóvel, tornando o trabalho seriado e aumentando a produção. Da mesma forma, Gordy tinha times de compositores (William "Mickey" Stevenson, Norman Whitfield, o trio Brian Holland, Lamont Dozier e Eddie Holland) e uma banda para todas as gravações, os Funk Brothers, em que músicos (como os tecladistas Earl Van Dyke, Johnny Griffith e Joe Hunter, os guitarristas Joe Messina, Robert White e Eddie Willis, os percussionistas Eddie "Bongo" Brown e Jack Ashford, os bateristas Benny Benjamin, Uriel Jones e Richard "Pistol" Allen e os baixistas James Jamerson e Bob Babbitt) se revezavam no estúdio. 

Além de um rol de estrelas de fazer inveja a qualquer outra gravadora: as Supremes, os Temptations, os Four Tops, os Jackson 5, Martha and the Vandellas, Stevie Wonder, Marvin Gaye e as Marvelettes, todos produzindo hits que funcionavam por suas próprias qualidades mas também no volume de lançamentos, fazendo os ouvintes identificarem os artistas da gravadora. 

Gordy, assessorado por Smokey Robinson, astro e vice-presidente da gravadora, reforçava a mitologia do seu negócio ao transformar o endereço da gravadora, o número 2648 da West Grand Boulevard, em um cartão postal de Detroit, uma cidade conhecida por suas fábricas e arquitetura brutalista. A Motown se vendia como "O som da jovem América" e dominava as paradas de sucesso no mesmo momento em que questões raciais começavam a serem revistas na esfera pública. A gravadora era 100% negra e seus hits otimistas ajudavam a vencer preconceitos e a trazer jovens brancos e negros para os mesmos shows e mesmas pistas de dança, sem distinção. 

A gravadora ainda teve um papel importante nos anos 1970, quando permitiu que seus principais artistas, Marvin Gaye e Stevie Wonder, deixassem o formato de single para apostar nos álbuns, lançando obras-primas como "What's Going On", "Let's Get It On" e "I Want You", de Marvin Gaye, e "Innervisions", "Music of My Mind", "Talking Book" e "Songs in the Key of Life", de Stevie Wonder. Um marco na história da música popular mundial, a gravadora segue até hoje, sem o brilho de suas contratações clássicas, mas mantendo a chama acesa de uma revolução musical ocorrida há meio século.

12/1/1969: Rápido e barato

É lançado o primeiro disco do Led Zeppelin, gravado no estúdio Olympic, em Londres, em apenas 36 horas. A sessão custou apenas £ 1.782, uma vez que as faixas foram gravadas quase todas ao vivo, de uma vez só.

12/1/1977: Não dá!

A gravadora EMI publica um comunicado dizendo que não poderá promover os discos dos Sex Pistols devido à má publicidade gerada pela banda nos meses anteriores.

12/1/1977: Começando

A banda Police realiza seu primeiro ensaio, no apartamento do baterista Stewart Copeland, em Londres, ainda com o guitarrista Henri Padovani, que depois seria substituído por Andy Summers.

12/1/1983: 'Dear mr. fantasy'

O percussionista sueco do Traffic, Reebop Kwaku Baah, morre de hemorragia cerebral em Estocolmo. 

12/1/1993: Deu bolo

Van Morrison não comparece à cerimônia de apresentação dos indicados ao Rock and Roll Hall of Fame e torna-se o primeiro artista vivo homenageado a perder o evento.

12/1/2002: Sucesso póstumo

A cantora Aaliyah chega ao topo das paradas de singles na Inglaterra com "More than a Woman", lançado depois de sua morte em um acidente aéreo em agosto do ano anterior.

12/1/2003: 'Cause we're living in a world of fools'

O cantor e compositor Maurice Gibb dos Bee Gees morre aos 53 anos em Miami, nos Estados Unidos, após sofrer um ataque cardíaco durante uma cirurgia. 

12/1/2005: 'Let me take you down...'

O orfanato Strawberry Field, onde John Lennon passou parte da infância em Liverpool, inspirando o título do clássico dos Beatles "Strawberry Fields Forever", emite um comunicado avisando que iria fechar. Mesmo de portas fechadas, lugar continua sendo visitado por fãs do grupo de todo o mundo.

Parabéns!

Os aniversariantes deste dia incluem o cantor e compositor Ray Price (1926-2013), a cantora do Sly and the Family Stone Cynthia Robinson (1946-2015), o tecladista George Duke (1946-2013), o guitarrista e compositor do grupo Big Star Chris Bell (1951-1978), Felipe Rose do grupo Village People (1954), Blixa Bargeld do grupo The Bad Seeds que acompanha Nick Cave (1959), Charlie Gillingham, do grupo Counting Crows (1960), o baixista dos Titãs Nando Reis (1963), o baixista do Offspring Greg Kriesel (1965), o rapper do Wu-Tang Clan Raekwon (1968), o vocalista do grupo Rage Against the Machine Zack de la Rocha (1970), Melanie Chisholm, a Mel C das Spice Girls (1974), a cantora inglesa Pixie Lott (1991) e Zayn Malik do grupo One Direction (1993).

Publicidade

Background

Relacionados

Canais Especiais