Em 2 de março de 1996, morrem os Mamonas Assassinas
Especial

Em 2 de março de 1996, morrem os Mamonas Assassinas

0

Publicidade

O Brasil acordou assustado. Numa época anterior à popularização da internet, a TV ainda dominava o controle das informações, principalmente quando um assunto acontecia em tempo real — ou, como se dizia naquela mídia, ao vivo. E naquele domingo 2 de março de 1996, o país inteiro parou para saber da tragédia que dava início àquele mês, quando foi confirmada a notícia de que o avião que levava o grupo Mamonas Assassinas havia caído e todos seus integrantes haviam morrido.

NACIONAL: 21 bandas que mostram como o rock no Brasil vive

LEIA TAMBÉM: Em 29 de dezembro do ano 2001, morre Cássia Eller

O grupo foi revelado no ano anterior com um disco homônimo que dominou as rádios e as emissoras de TV. Os Mamonas foram descobertos pelo então baterista da banda Baba Cósmica, Rafael Ramos, que insistiu para que seu pai, o executivo da gravadora EMI João Augusto, assinasse com eles. O grupo era formado pelo baterista Sérgio Reis de Oliveira (que assinava apenas como Sérgio Reoli), seu irmão, o baixista Samuel Reis de Oliveira (que também adotaria o "Reoli"), pelo tecladista Júlio Cesar Barbosa (que se apresentaria como Júlio Rasec) pelo guitarrista Maurício Hinoto (mais conhecido como Bento Hinoto) e pelo vocalista Alecsander Alves (que se apresentaria apenas como Dinho). Os cinco começaram a carreira como banda cover, fazendo versões de rock brasileiro dos anos 1980 com o nome de Utopia. Mas resolveram gravar músicas engraçadinhas de brincadeira que sem querer caiu no gosto do público. 

Quando o disco foi lançado, a banda tornou-se popular quase que instantaneamente. Hits infames como “Pelados em Santos”, “Robocop Gay”, “Vira-Vira” e “Sabão Crá-Crá” passaram a tocar nas rádios e em programas de TV e a banda de Guarulhos, região metropolitana de São Paulo, abusava de seu carisma falando bobagens em entrevistas e fazendo gracinhas no palco. Fantasiados de Chapolin e de outros personagens, caíram no gosto das crianças e bateram recordes de vendas. Foram três milhões de discos em menos de um ano, chegando à marca de 50 mil exemplares por dia. Assim, o álbum, homônimo à banda, tornou-se o disco de estreia mais vendido da história da música brasileira, figurando entre os dez mais vendidos da nossa indústria fonográfica. O fenômeno também espalharia-se para outras mídias e em pouco tempo vendia-se todo tipo de produto relacionado aos Mamonas Assassinas: de álbuns de figurinhas a roupas, tudo que levava a marca da banda era sucesso.

Mas esse sucesso durou pouco. O grupo voltava de uma apresentação em Brasília para Guarulhos quando o jatinho em que estavam precisou arremeter. Não deu tempo: o avião espatifou-se na Serra da Cantareira matando todos que estavam a bordo. O acidente também marcou um dos momentos mais sinistros da internet brasileira naquela época, quando as fotos dos cadáveres dos integrantes da banda começaram a circular por e-mail. A comoção pela morte do grupo foi gigantesca e o enterro coletivo, realizado no cemitério Parque das Primaveras, em Guarulhos, foi acompanhado por 65 mil pessoas, além dos que assistiram ao evento pela TV.

Quem nasceu

1900 - Kurt Weill, compositor alemão (m. 1950)

1938 - Lawrence Payton, vocalista do grupo norte-americano The Four Tops (m. 1997)

1943 - Lou Reed, cantor e compositor, líder do grupo norte-americano The Velvet Underground (m. 2013)

1943 - Tony Meehan, baterista do grupo inglês The Shadows

1947 - Nelson Ned, cantor e compositor mineiro (m. 2014)

1948 - Rory Gallagher, guitarrista irlandês (m. 1995)

1950 - Karen Carpenter, vocalista e baterista do grupo norte-americano The Carpenters (m. 1983)

1956 - Mark Evans, baixista do grupo australiano AC/DC

1956 - Steve "Lips" Kudlow, líder do grupo canadense Anvil

1962 - Jon Bon Jovi, cantor e compositor do grupo Bon Jovi

1963 - Toni Platão, nascido Antônio Rogério Coimbra, cantor e compositor carioca, vocalista do grupo Hojerizah

1971 - Method Man, nascido Clifford Smith, MC do grupo Wu-Tang Clan

1977 - Chris Martin, cantor, compositor, guitarrista, pianista e vocalista do grupo inglês Coldplay

1985 - Luke Pritchard, vocalista do grupo inglês The Kooks

Quem morreu

1991 - Serge Gainsbourg, cantor e compositor francês (n. 1928)

1999 - Dusty Springfield, cantora norte-americana (n. 1939)

2003 - Hank Ballard, compositor norte-americano (n. 1927)

2008 - Jeff Healey, guitarrista e vocalista canadense (n. 1966)

Publicidade

Background

Relacionados

Canais Especiais