Em 20 de maio de 1954, Bill Haley & His Comets lançam ‘Rock Around the Clock’, que só viraria sucesso no ano seguinte
Especial

Em 20 de maio de 1954, Bill Haley & His Comets lançam ‘Rock Around the Clock’, que só viraria sucesso no ano seguinte

Voltamos mais uma vez ao início do rock, este movimento cultural que sacudiu metade do século XX transformando-se em uma força artística e comercial que deu as cartas por décadas a fio. Sua origem não consegue ser determinada com certeza pois não há um ponto específico de partida para este gênero musical que colidiu as realidades de duas metades dos Estados Unidos (o blues e o country) e se espalhou pelo planeta. Um de seus “inícios” é o single "Rock Around the Clock", lançado por Bill Haley & His Comets, no dia 20 de maio de 1954. Porém, mesmo este lançamento não pode ser tachado como uma data definitiva.

Para começar, a música-símbolo do rock, em sua infância, não era nem o lado A do compacto que a lançou. Vinha nas costas do disco, atrás de "Thirteen Women (and Only One Man in Town)" e era um blues cantado por um grupo branco que dois anos antes se apresentava com chapéus de caubói com o nome de Bill Haley and the Saddlemen. Até teve um bom desempenho nas paradas de sucesso, mas nada comparado ao que aconteceu no ano seguinte, quando o lado B foi colocado logo no início do filme "Blackboard Jungle" ("Sementes da Violência", em português), em 1955.

Bill Haley e 'seus cometas' durante um ensaio em fevereiro de 1957 / Foto: Getty Images
Bill Haley e 'seus cometas' durante um ensaio em fevereiro de 1957 / Foto: Getty Images

Depois do rugido do leão do estúdio Metro-Goldwyn Meyer, subia um texto que, ao som de uma marcha militar, alertava sobre o perigo que uma convulsão juvenil estivesse às vésperas de acontecer, ao som daquele novo gênero musical. O texto dizia:

"Nós, nos Estados Unidos, somos feliz por ter um sistema escolar que é um tributo às nossas comunidades e à nossa fé na juventude americana.

Hoje estamos preocupados com a delinquência juvenil - suas causas e seus defeitos. Estamos especialmente preocupados quando esta delinquência ferve até em nossas escolas.

As cenas e incidentes mostrados aqui são ficcionais.

Contudo, acreditamos que a percepção pública é o primeiro passo em direção a um remédio para quaisquer problemas.

Com este espírito e fé que 'Sementes da Violência' foi produzido"

Logo em seguida entrava o hino de Bill Haley, tocado na íntegra, apresentando o título do filme, seu elenco e sua equipe. Algo ingênuo e tolo aos olhos de hoje, mas que, naquela década, incendiava as salas de cinema instantaneamente, transformando tudo em um grande baile rock and roll. Relatos da época dizia que os espectadores, jovens em sua maioria, subiam nas poltronas e começavam a dançar. A tentativa de impedir a dança inevitavelmente transformava-se em brigas físicas que acabavam por culminar em vandalismo e depredação.

O filme começou a ser censurado em vários estados dos EUA devido à sua má influência, mas isso só aumentou a popularização do gênero, transformando "Rock Around the Clock" em um sucesso cada vez mais popular. O sucesso do filme abriu portas para novos cantores e compositores que também estavam começando a se arriscar naquela nova mistura de gêneros musicais, que aos poucos foram encontrando novos públicos de jovens que não se importavam se os cantores e músicos eram negros ou brancos — o verdadeiro motivo implícito daquela preocupação exagerada do aviso no início do filme. O sucesso destes novos artistas transformou o rock and roll em uma febre que se espalhou para além dos Estados Unidos e deu origem a um filme em 1956, batizado com o título daquela primeira canção, que registrava sua popularização e consolidava "Rock Around the Clock" como o primeiro grande hit do rock. Mas isso é outra história, que eu inclusive já contei...

Em 1964, Bill Haley & His Comets aparecem no programa "Thank You Luck Stars", em Birmingham, no Reino Unido. / Foto: Getty Images
Em 1964, Bill Haley & His Comets aparecem no programa "Thank You Luck Stars", em Birmingham, no Reino Unido. / Foto: Getty Images

Quem nasceu

1944 - Joe Cocker, cantor e músico inglês (m. 2014)

1946 - Cher, nascida Cherilyn Sarkasian, cantora e atriz norte-americana

1947 - Steve Currie, baixista do grupo inglês T. Rex (m. 1981)

1952 - Warren Cann, baterista canadense da banda inglesa Ultravox .

1954 - Jimmy Henderson, guitarrista da banda norte-americana Black Oak Arkansas (m. 2016)

1958 - Jane Wieldlin, guitarrista e vocalista da banda norte-americana The Go-Go's

1961 - Dan Wilson, músico, cantor e compositor da banda norte-americana Semisonic

1963 - Brian Nash, guitarrista do grupo inglês Frankie Goes To Hollywood

1972 - Busta Rhymes, nascido Trevor George Smith Jr., rapper norte-americano

Quem morreu

1964 - Rudy Lewis, vocalista do grupo inglês The Drifters (n. 1936)

2012 - Robin Gibb, vocalista do grupo australiano Bee Gees (n. 1949)

2013 - Ray Manzarek, tecladista do grupo norte-americano The Doors (n. 1939)

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest