Em 21 de março de 1956, o filme 'Rock Around the Clock' consagra um novo gênero musical chamado rock’n’roll
Especial

Em 21 de março de 1956, o filme 'Rock Around the Clock' consagra um novo gênero musical chamado rock’n’roll

Não há registro específico sobre o surgimento do que hoje chamamos por rock. O termo “rock and roll” já era utilizado desde os anos 1930 para designar um certo tipo de som e a mistura de country music com rhythm n’ blues pode ser ouvida em discos de ambos gêneros. O primeiro single do ex-caubói Bill Haley, “Rock Around the Clock”, e a ascensão de Elvis Presley são quase sempre associados ao primeiro momento do rock, mas quando o filme batizado com o mesmo nome da canção de Haley estreou nos Estados Unidos no dia 21 de março de 1956, o rock havia se tornado uma realidade — num longa que contava como isso havia acontecido.

Lançado no Brasil com o título de “No Balanço das Horas”, “Rock Around the Clock” foi mais um golpe de marketing do DJ Alan Freed. Ele foi o primeiro a reconhecer que o novo gênero poderia se tornar uma febre juvenil, dedicando seus programas de rádio às novas canções que apareciam em diferentes cidades dos Estados Unidos, colocando-as sob este novo guarda-chuva musical.

Freed capitalizava aquele novo sucesso também em apresentações ao vivo — coincidentemente, aquele que é considerado o primeiro show de rock da história também aconteceu num dia 21 de março, em 1952, quando o DJ, que usava na época o pseudônimo de Moondog, reuniu 25 mil pessoas na arena de Cleveland (onde só cabiam 10 mil pessoas), no baile Moondog Coronation Ball, para assistir a shows de artistas como The Dominoes, Tiny Grimes and the Rocking Highlanders, Danny Cobb e Paul Williams.

O DJ havia percebido que o rock and roll funcionava quando se misturavam os públicos branco e negro, que ainda conviviam separadamente nos EUA. Percebendo a possibilidade de desbravar um novo mercado, realizou alguns dos primeiros shows com plateias mistas dos EUA. O final de “Rock Around the Clock” traz o grupo vocal Platters apresentando-se ao lado do grupo de Bill Haley, algo impensável à época.

E Freed também cuidava da própria reputação. Referia-se a si mesmo como “o pai do rock and roll” e criava um culto ao redor de sua personalidade que o transformou em um artista quase tão popular quanto os autores dos discos que tocava. Esse culto foi reforçado também no cinema: a partir de “Rock Around the Clock”, dirigido por Fred S. Sears, Freed interpretava a si mesmo nos filmes, sempre no papel de descobridor de novos talentos que se tornavam sucessos da noite para o dia.

Além de consagrar a ascensão do rock, “Rock Around the Clock” também firmou sua relação com o cinema — e com a imagem. O ano anterior já havia trazido a primeira fusão de mídias, quando o filme “Sementes da Violência” (“Blackboard Jungle”), dirigido por Richard Brooks, usou rock como trilha sonora. Mas a partir de “No Balanço das Horas” que o rock virou tema e inspiração para outros filmes, como “The Girl Can’t Help It” (“Sabes O Que Quero”, em português) e os filmes de Elvis Presley.

Quem nasceu

1940 - Solomon Burke, pastor e cantor norte-americano (m. 2010)

1945 - Rosemary Stone, vocalista e pianista do grupo norte-americano Sly and The Family Stone

1950 - Roger Hodgson, vocalista e compositor do grupo inglês Supertramp

1951 - Conrad Lozano, baixista do grupo norte-americano Los Lobos

1951 - Russell Thompkins Jr., cantor do grupo norte-americano The Stylistics

1953 - Robert Johnson, cantor do grupo norte-americano KC and the Sunshine Band

1956 - Guy Chadwick cantor, compositor e vocalista do grupo inglês House Of Love

1967 - Jonas Berggren, guitarrista e tecladista do grupo sueco Ace Of Base

1967 - Maxim, nascido Keith Palmer, vocalista do grupo inglês The Prodigy

1967 - Sean Dickson, vocalista do grupo escocês The Soup Dragons

1977 - Mark Hamilton, da banda irlandesa Ash

Quem morreu

1991 - Leo Fender, inventor das guitarras The Telecaster e Stratocaster e da célebre marca de instrumentos que levava seu sobrenome (n. 1909)

2008 - Klaus Dinger, guitarrista dos grupos alemães Kraftwerk e Neu! (n. 1946)

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest