Em 22 de maio de 1967, os Monkees lançam ‘Headquarters’, o primeiro disco em que compõem e tocam tudo
Especial

Em 22 de maio de 1967, os Monkees lançam ‘Headquarters’, o primeiro disco em que compõem e tocam tudo

Ninguém achou que isso pudesse acontecer, mas o fato é que os Monkees lançaram um disco que eles mesmos compuseram e tocaram tudo. Criado como uma paródia ingênua do sucesso dos Beatles para um programa de TV norte-americano, o grupo foi arquitetado nos laboratórios da indústria fonográfica e sua discografia era fake news. Até que no dia 22 de maio de 1967, o quarteto lançou o disco “Headquarters” e provou que era possível que uma banda de mentira pudesse virar uma banda de verdade.

Os Monkees foram uma ideia cinematográfica — a música era só o veículo. O produtor Bob Rafelson teve a ideia do seriado antes mesmo de os Beatles lançarem o primeiro single, em 1962, mas era apenas um rascunho que ganharia força com a ascensão do grupo inglês. O filme "A Hard Day's Night", lançado pelos Beatles em 1964, reforçou a importância audiovisual do sucesso do grupo e, agora ao lado de outro produtor, Bert Schneider, havia conseguido vender o seriado para a produtora Screen Gems. A solução que a dupla tinha para a parte musical do seriado era contratar a banda The Lovin' Spoonful para produzir as músicas para o grupo fictício, mas o grupo assinou contrato com uma gravadora antes do seriado começar a ser produzido, o que o impedia de compor músicas para outras empresas.

Monkees: Davy Jones, Mickey Dolenz, Peter Tork e Mike Nesmith / Foto: Getty Image
Monkees: Davy Jones, Mickey Dolenz, Peter Tork e Mike Nesmith / Foto: Getty Image

Os integrantes da banda foram sendo recrutados aos poucos. O ator inglês Davy Jones, que já tinha feito sucesso nos EUA com uma apresentação na Broadway do musical "Oliver!". Os dois produtores sabiam que ele era um astro em ascensão, independentemente do veículo que escolhesse para fazer sucesso. Podia ser o teatro ou a música, como os dois logo perceberam.

Os outros integrantes do grupo foram escolhidos entre 437 candidatos para a vaga. Michael Nesmith era ator e músico e já havia lançado singles com diferentes nomes artísticos, como Michael Blessing ou Mike & John & Bill. Peter Tork era músico e ficou sabendo da vaga por Stephen Stills, que tocava no Buffalo Springfield e que havia sido rejeitado pelos produtores para compor músicas para o grupo. Micky Dolenz era ator desde criança, filho de outro ator (o galã George Dolenz) e tocava em uma banda chamada Missing Links.

A química entre os quatro funcionou e logo eles seriam um sucesso na TV norte-americana, mas eles não compunham nem tocavam uma nota sequer. Coube ao produtor Don Kirshner, conhecido como "o homem do ouvido de ouro", que na época cuidava da parte musical da Screen Gems, inventar musicalmente o grupo e assim chamou músicos de estúdio e compositores de aluguel para inventar a trilha sonora daquele novo seriado.

'Headquarters' provou a independência dos Monkees / Foto: Getty Images
'Headquarters' provou a independência dos Monkees / Foto: Getty Images

Ao transformar os quatro em uma banda, houve o dilema sobre quem seria o baterista. O único que realmente sabia tocar bateria era Davy Jones, que havia sido escolhido como líder da banda e que, por ser baixinho, caso ficasse tocando bateria simplesmente iria sumir quando a banda tocasse ao vivo. Sobrou para Dolenz, o único guitarrista de verdade da banda (Tork era baixista; Nesmith, tecladista), que aprendeu rapidamente a tocar o instrumento para inclusive fazer turnês do grupo pelos Estados Unidos.

Mesmo nos dois primeiros discos ("The Monkees", de 1966, e "More of The Monkees", lançado no início de 1967), Tork e Nesmith conseguiram colocar suas manguinhas musicais para fora — Tork deu palpites nas gravações, Nesmith gravou alguns instrumentos —, mas o grupo resolveu peitar o produtor musical e lançaram, eles mesmos, o álbum. Kirshner riu da ousadia, mas os Monkees pagaram pra ver e convocou o ex-baixista do Turtles, Douglas Farthing Hatlelid, mais conhecido como Chip Douglas, para produzi-los. O resultado foi "Headquarters", um disco em que não só a banda provou que sua independência poderia ser bem sucedida, como preparou o caminho para o melhor disco da carreira deles, "Pisces, Aquarius, Capricorn & Jones Ltd.", lançado no final daquele mesmo ano. Mas essa é outra história.

Quem nasceu

1813 - Wilhelm Richard Wagner, compositor alemão (m. 1883)

1924 - Charles Aznavour, cantor, ator e diplomata francês (m. 2018)

1942 - Calvin Simon, vocalista dos grupos norte-americanos Parliament e Funkadelic

1947 - Bill Lordan, baterista norte-americano que tocou com Sly & The Family Stone, Bobby Womack, Ike & Tina Turner, entre outros.

1950 - Bernie Taupin, letrista, cantor e poeta inglês, principal parceiro de composição de Elton John, que também trabalhou com Rod Stewart, Cher, Heart, Starship e Alice Cooper, entre outros

1955 - Jerry Dammers, tecladista do grupo inglês The Specials

1959 - Morrissey, nascido Steven Patrick Morrissey, letrista e vocalista do grupo inglês The Smiths

1962 - Jesse Valenzuela, vocalista e guitarrista do grupo norte-americano Gin Blossoms

Quem morreu

2011 - Joseph Brooks, norte-americano (n. 1938)

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest