Em 23 de maio de 1966, os Doors começam sua temporada de banda de abertura da casa noturna Whisky a Go Go
Especial

Em 23 de maio de 1966, os Doors começam sua temporada de banda de abertura da casa noturna Whisky a Go Go

0Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do Pinterest

Publicidade

A banda norte-americana The Doors ainda estava nos seus primeiros dias quando, no dia 23 de maio de 1966, começou um trabalho que não apenas definiria parte de seu rumo musical como também lhe faria encontrar um lar. Naquele dia, o grupo aceitou ser o ato de abertura da banda do Whisky A Go Go, em Los Angeles, tocando antes do show principal da noite por meses a fio.

LEIA MAIS: Em 12 de dezembro de 1970, o grupo The Doors faz seu último show

VEJA TAMBÉM: Em 8 de maio de 1911, nascia Robert Johnson

Os Doors eram um peixe fora d'água na cena psicodélica da Califórnia, pois nenhum de seus integrantes vinha da cena de rock. Seu baterista, John Densmore, começou tocando percussão na banda marcial da escola e de lá foi tocar tímpano na orquestra e estudou com o violoncelista Fred Katz, além de ser influenciado por bateristas de jazz, como Elvin Jones e Art Blakey. O guitarrista Robbie Krieger começou tocando blues e tinha influências de violão latino e especificamente de flamenco. O tecladista Ray Manzarek tinha formação erudita e tocava em bandas de jazz. O vocalista Jim Morrison tinha influência de poesia beatnik e de poetas franceses do fim do século XIX, além de não se sentir à vontade no palco, cantando muitas vezes de costas para o público. 

Robbie Krieger, Ray Manzarek, Jim Morrison e John Densmore no Whisky a Go GO, em Los Angeles, por volta de 1966 / Foto: Getty Images
Robbie Krieger, Ray Manzarek, Jim Morrison e John Densmore no Whisky a Go GO, em Los Angeles, por volta de 1966 / Foto: Getty Images

Mesmo assim, os shows da banda chamaram a atenção dos donos do Whisky A Go Go, uma casa noturna que havia aberto no número 8901 da Sunset Boulevard, em Los Angeles. O nome de batismo vinha de um outro estabelecimento, em Paris, chamado Whisky à Go-Go que funcionava desde os anos 1940. A “versão americana” começava a se tornar referência entre os músicos de rock da cidade — e de fora dela. Aos poucos, começaram a receber bandas do resto dos Estados Unidos e também da Inglaterra, tornando-se uma das principais referência na cidade.

Os Doors começaram sua temporada abrindo para o grupo irlandês Them, liderado pelo vocalista Van Morrison (nenhum parentesco com Jim), cuja performance impressionou a banda norte-americana ao ponto do vocalista subir no palco para dividir o hit "Gloria" — que depois Jim Morrison traria para os Doors. No dia seguinte, a banda abriria os shows das bandas Buffalo Springfield e Captain Beefheart and His Magic Band

Era o início de uma espécie de faculdade intensa de rock'n'roll a qual os Doors foram submetidos por meses a fio, abrindo para grupos tão diferentes como Love, The Chambers Brothers, The Turtles, The Seeds, enquanto improvisavam cada vez mais, aumentando trechos instrumentais entre as músicas que originalmente eram curtas e deixando espaço para Jim Morrison encarnar quem ele quisesse.

Até agosto daquele ano, quando Jim pela primeira vez improvisou sobre a parte final de "The End" fazendo referências à peça grega "Édipo-Rei", falando em matar o próprio pai e transar com a própria mãe. O improviso enfureceu o dono do Whisky A Go Go, Phil Tanzini, que encerrou o show da banda na hora em que eles terminaram esta música. A lenda urbana que cresceu a partir desse incidente dizia que este teria sido o motivo que eles nunca mais tocaram na casa noturna. Mas eles só foram expulsos nesta ocasião e continuaram tocando na casa, ajudando inclusive a aumentar a reputação do local, que existe até hoje, reconhecido como o berço dos Doors.

Quem nasceu

1908 - Sílvio Caldas, cantor e compositor carioca (m. 1998)

1910 - Artie Shaw, nascido Arthur Jacob Arshawsky, clarinetista e band-leader norte-americano (m. 2004)

1934 - Robert Moog, inventor norte-americano do sintetizador (m. 2005)

1944 - Tiki Fulwood, baterista dos grupos norte-americanos Parliament e Funkadelic (m. 1979)

1946 - Daniel Klein, baixista do grupo norte-americano The J Geils Band

1953 - Rick Fenn, guitarrista do grupo inglês 10cc 

1965 - Simon Gilbert, baterista da banda inglesa Suede

1967 - Junior Waite, baterista da banda inglesa Musical Youth

1967 - Philip James Selway, baterista da banda inglesa Radiohead

1970 - Matt Flynn, baterista da banda norte-americana Maroon 5

1972 - Maxwell, cantor, compositor e produtor norte-americano

1974 - Jewel Kilcher, cantora e compositora norte-americana

1974 - Richard Jones, baixista da banda galesa Stereophonics

Quem morreu

1994 - Jimmy Fernandez, baixista da banda norte-americana The God Machine (n. 1965)

2006 - Clifford Antone, empreendedor norte-americano e dono de casas noturnas que funcionou como mentor para músicos como Stevie Ray Vaughan e Gary Clark Jr. (n. 1949)

Publicidade

Background

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest