Em 24 de abril de 1989, Tom Petty consegue lançar seu primeiro disco solo
Especial

Em 24 de abril de 1989, Tom Petty consegue lançar seu primeiro disco solo

Foi um alívio: no dia 24 de abril de 1989, Tom Petty finalmente teve seu primeiro disco solo lançado. E mais do que o fim de uma jornada, o lançamento ainda deu tão certo que "Full Moon Fever" foi o maior sucesso comercial de sua carreira, consolidando-o como um dos grandes compositores de sua geração.

Não que ele fosse um novato. Tom Petty já tocava com sua banda, The Heartbreakers, desde o meio dos anos 1970. No entanto, apesar de ter seu nome em destaque antes do nome do grupo, ele sentia que precisava lançar um disco só seu. Isso aconteceu na metade dos anos 1980, à medida em que Tom sentia os 40 anos de idade chegarem e o sucesso dos primeiros dias se esvair.

The Heartbreakers: Tom Petty (o terceiro, da esq. para a dir.) tocava com a banda desde a metade dos anos 1970 / Foto: Getty Images
The Heartbreakers: Tom Petty (o terceiro, da esq. para a dir.) tocava com a banda desde a metade dos anos 1970 / Foto: Getty Images

Ao ouvir o disco, o presidente da gravadora MCA Irving Azoff disse que não havia nenhum hit e rejeitou o álbum, o que levou o roqueiro a entrar em depressão. Seu amigo e produtor Jeff Llyne, da Electric Light Orchestra, apareceu para levantar seu ânimo e chamou outro amigo comum, o beatle George Harrison, para fazer música juntos. A brincadeira envolveu Bob Dylan e Roy Orbinson, e os cinco se lançaram como o grupo de irmãos Traveling Wilburys, que emplacou dois discos e apresentou os cinco para uma nova geração de ouvintes.

Quando Azoff saiu a MCA, a nova administração resolveu rever seus contratos e se deparou com o disco inédito de Petty. Ao ouvi-lo — e também por conta da exposição que Petty ganhou com o Traveling —, os novos executivos acharam uma boa oportunidade para lançar o projeto, tirando o peso dos ombros de Tom naquele 24 de abril de 1989.

O disco acabou vendendo cinco milhões de cópias naquele ano e se tornado um dos álbuns mais conhecidos da discografia de Petty, reunindo pelo menos quatro canções que chegaram às paradas de sucesso — "I Won't Back Down", "Runnin' Down A Dream", "Free Fallin'" e "A Face in the Crowd"— e renovando a carreira do ícone, que faleceu em 2017.

Quem nasceu

1942 - Barbra Streisand, cantora e compositora norte-americana

1945 - Doug Clifford, baterista da banda norte-americana Creedence Clearwater Revival

1947 - Glenn Cornick, baixista do grupo inglês Jethro Tull (m. 2014)

1948 - Steve York, baixista do grupo inglês Manfred Mann

1951 - Nigel Harrison, baixista da banda norte-americana Blondie

1957 - David Jay, baixista da banda inglesa Bauhaus

1958 - Boris Williams, baterista da banda inglesa The Cure

1963 - Billy Gould, baixista da banda norte-americana Faith No More

1964 - Paul Ryder, baixista da banda inglesa Happy Mondays

1967 - Patty Schemel, baterista da banda norte-americana Hole

1967 - Shannon Larkin, baterista do grupo norte-americano Ugly Kid Joe

1968 - Aaron Comess, baterista do grupo norte-americano The Spin Doctors

1982 - Kelly Clarkson, cantora e compositora norte-americana

1995 - Ludmilla, cantora e compositora carioca

Quem morreu

1970 - Otis Spann, pianista norte-americano (n. 1924)

1975 - Pete Ham, cantor e compositor do grupo inglês Badfinger (n. 1947)

2001 - Al Hibbler, cantor norte-americano (n. 1915)

2008 - Canhoto da Paraíba, nascido Francisco Soares de Araújo, músico paraibano (n. 1926)

2016 - Billy Paul, cantor norte-americano (n. 1934)

2016 - Papa Wemba, nascido Jules Shungu Wembadio Pene Kikumba, cantor congolês, conhecido com o rei da rumba africana (n. 1949)

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest