Em 26 de maio de 1926, nascia Miles Davis
Especial

Em 26 de maio de 1926, nascia Miles Davis

0Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do Pinterest

Publicidade

Não é exagero dizer que Miles Davis, nascido no dia 26 de maio de 1926, seja o músico americano mais importante do século passado. Ele não apenas estabeleceu-se como um dos nomes mais importantes do jazz ainda quando estava começando, como foi crucial para o desenvolvimento do gênero para além dos parâmetros comerciais estabelecidos em seus primeiros anos. Transformou o jazz em uma linguagem ampla e complexa, que foi além das partituras e clubes noturnos. 

LEIA MAIS: Ícone do cinema, Doris Day também foi um dos maiores nomes do jazz de sua geração

HUMINUTINHO: Com harmonias rebuscadas e instrumentistas ágeis, o jazz bebop marcou época

Apesar de já tocar na região de St. Louis, principal cidade perto da que nasceu (Alton, que até hoje é pequena), sua carreira começou de verdade quando seu pai o inscreveu no Instituto de Artes Musicais de Nova York, que seria mais conhecido com o tempo como a clássica Juilliard School, mas o jovem Miles estava mais interessado em ver a música na prática, na vida noturna. Perseguia seu ídolo Charlie Parker e na primeira oportunidade que pode tocar com ele não deixou escapar e logo substituiria ninguém menos que Dizzy Gillespie no quinteto de Parker. Nesta época, nos anos 1940, tocou com outros ícones do jazz do período, participando da big band de Benny Carter, e colaborando com monstros como Charles Mingus, Max Roach, Nelson Boyd e John Lewis, além de declinar um convite para tocar com Duke Ellington.

Miles Davis e seu trompete em 1970: um fenômeno inigualável / Foto: Getty Images
Miles Davis e seu trompete em 1970: um fenômeno inigualável / Foto: Getty Images

No final daquela década, começou a organizar seu próprio grupo, um noneto que ainda contava com as presenças do pianista Gil Evans e do saxofonista Gerry Mulligan, que experimentava instrumentos não-convencionais no jazz, como a trompa e a tuba. Neste período começou a se distanciar do bebop para se afundar em um novo jeito de tocar jazz, que seria reconhecido posteriormente como cool jazz. Foi na mesma época que começou a usar heroína.

As gravações do noneto de Miles foram compiladas em um álbum lançado no final dos anos 1950 que o consolidava como um grande nome do gênero: "The Birth of Cool" é considerado até hoje um dos maiores discos de jazz de todos os tempos. No mesmo período, no entanto, Miles já buscava outras fronteiras musicais, explorando o hard bop, compondo trilhas sonoras para filmes europeus, colaborando com Gil Evans em discos orquestrados (como "Porgy and Bess" e "Sketches of Spain") e montando seu primeiro quinteto, que originalmente contava com Sonny Rollins no saxofone, Red Garland no piano, Paul Chambers no baixo e Philly Joe Jones na bateria. Em pouco tempo, Rollins seria substituído por ninguém menos que John Coltrane e o grupo faria história. No final daquela década lançou seu álbum definitivo, "Kind of Blue", seu maior sucesso também comercial.

Miles Davis se apresenta na Alemanha Ocidental por volta de 1959,  / Foto: Getty Images
Miles Davis se apresenta na Alemanha Ocidental por volta de 1959, / Foto: Getty Images

A década de 1960 o veria fundar um segundo quinteto (ao lado do saxofonista George Coleman, do baixista Ron Carter, do pianista Victor Feldman e do baterista Frank Butler) e aos poucos Miles ficaria cada vez mais complexo e abstrato, ousado e, lentamente, mais próximo da música pop daquele período. Em 1963 Feldman seria substituído por Herbie Hancock e Butler pelo jovem Tony Williams, que o ajudaram a entrar em sua fase mais frenética — a elétrica.

Este período o vê envolver-se com política, direitos humanos e com artistas de outros gêneros musicais, como James Brown, Sly & The Family Stone e Jimi Hendrix, além de mergulhar na obra de artistas mais pop como Aretha Franklin, The Byrds e Dionne Warwick. Grava o clássico "In a Silent Way" (de 1969) ao lado de Wayne Shorter, Herbie Hancock, Dave Holland, Tony Williams, Chick Corea, Josef Zawinul e John McLaughlin, até afundar-se completamente na fase mais pesada de sua carreira, em discos como "Bitches Brew" e "Live-Evil", com participações dos brasileiros Airto Moreira e Hermeto Pascoal.

Os anos 1970 começam a ver a decadência de Miles, especialmente devido à sua personalidade intransigente e ao uso de heroína, que o fazem parar de tocar e gravar. Ele retorna na década seguinte quase dócil, gravando com artistas pop discos que eram rechaçados pela crítica especializada. Morreu em 1991 ainda tratado como o gigante que era, mas sem o brilho de suas fases mais ousadas. 

Quem nasceu

1886 - Al Jolson, nascido Asa Yoelson, ator e cantor lituano, protagonizou o primeiro filme falado, "O Cantor de Jazz" (1927) (m. 1950)

1920 - Peggy Lee, nascida Norma Dolores Egstrom, cantora norte-americana (m. 2002)

1930 - Sivuca, nascido Severino Dias de Oliveira, sanfoneiro paraibano =(m. 2006)

1930 - Toni Tornado, nascido Antonio Viana Gomes, ator e cantor paulista

1938 - Jaki Liebezeit, baterista do grupo alemão Can (m. 2017)

1940 - Levon Helm, baterista e vocalista do grupo canadense The Band (m. 2012)

1944 - Verden Allen, tecladista do grupo inglês Mott The Hoople

1945 - Evaldo Braga, cantor fluminense (m. 1973)

1946 - Mick Ronson, cantor, compositor, guitarrista e arranjador que trabalhou com nomes como David Bowie, Mott The Hoople, Bob Dylan e Ian Hunter (m. 1993)

1948 - Stevie Nicks, cantora e compositora do grupo norte-americano Fleetwood Mac 

1949 - Hank Williams Jr., cantor, compositor e músico norte-americano, filho do papa do country Hank Williams 

1959 - Wayne Hussey, músico dos grupos ingleses Dead Or Alive, Sisters of Mercy e The Mission

1964 - Lenny Kravitz, cantor, compositor e guitarrista norte-americano

1967 - Kristen Pfaff, baixista da banda norte-americana Hole (m. 1994)

1972 - Alan White, baterista da banda inglesa Oasis

1975 - Lauryn Hill, cantora, compositora e rapper norte-americana, fez parte do grupo Fugees

Quem morreu

1933 - Jimmie Rodgers, cantor e compositor norte-americano (n. 1897)

1968 - Little Willie, nascido William Edward John, cantor norte-americano (n. 1937)

1977 - Billy Powell, vocalista do grupo norte-americano The O'Jays (n. 1942)

Publicidade

Background

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest