Em 28 de maio de 1945, nascia John Fogerty, criador do Creedence Clearwater Revival
Especial

Em 28 de maio de 1945, nascia John Fogerty, criador do Creedence Clearwater Revival

O cantor, compositor e guitarrista americano John Fogerty, nascido no dia 28 de maio de 1945, não estava fadado a se transformar em um dos grandes ícones da história do rock. Seguiu uma vida despojada e sem glamour mesmo depois do fim do grupo que fundou e que o colocou entre os grandes compositores de seu país, o Creedence Clearwater Revival. Ainda que sem o reconhecimento de nomes como Bob Dylan ou Bruce Springsteen, John é um criador de imensa popularidade.

Nascido na Califórnia no final da Segunda Guerra Mundial, ele era mais um típico garoto que seria impactado pela primeira geração do rock'n'roll. Viu um sentido para a vida depois que Elvis Presley, Bo Diddley e Little Richard apareceram no horizonte e, ainda nos anos 1950, quando cursava o ensino médio, montou uma banda com uns amigos de escola. Os Blue Velvets eram um grupo cover e contavam com Stu Cook no baixo e Doug Clifford na bateria.

Lenda do rock: John Fogerty durante show em Londres, em 2009 / Foto: Getty Images
Lenda do rock: John Fogerty durante show em Londres, em 2009 / Foto: Getty Images

Ao mesmo tempo, o irmão mais velho de John, Tom, também encantado pela música, já havia entrado na carreira fonográfica com o grupo Spider Webb and the Insects (que contava com Jeremy Levine, que faria parte dos Seeds anos depois, na formação). A banda terminara em 1959 e os Blue Velvets passariam a tocar como banda de apoio de Tom Fogerty, o que inevitavelmente o faria entrar na banda, que teria seu nome mudado à revelia pela gravadora para The Golliwogs em 1964. Com esse nome, gravariam alguns singles e, aos poucos, John Fogerty assumiria as rédeas artísticas, não só tornando-se o principal compositor e vocalista, bem como produzindo os últimos singles do grupo.

Creedence Clearwater Revival: Stu Cook, Doug Clifford e John Fogerty durante apresentação em Londres, em 1970 / Foto: Getty Images
Creedence Clearwater Revival: Stu Cook, Doug Clifford e John Fogerty durante apresentação em Londres, em 1970 / Foto: Getty Images

Mas os Golliwogs tiveram de fazer uma pausa quando John Fogerty foi convocado para servir no exército e, embora não tenha sido mandado para o Vietnã (ficando apenas em bases americanas), ouviu várias histórias e conheceu uma realidade bem distante da que vivia com seus amigos na Califórnia. Voltou disposto a reinventar o grupo e assim o fez, transformando os Golliwogs no Creedence Clearwater Revival, uma das bandas mais bem sucedidas do final dos anos 1960.

O grupo teve apenas cinco anos de carreira, mas emplacou mais de dez hits mundiais, consolidando John Fogerty como um dos principais cantautores do planeta. Uma disputa pela liderança na banda fez o Creedence encerrar sua carreira em pouco tempo, e a carreira solo de John Fogerty começou firme, embora com lançamentos fonográficos bem espaçados. Um problema com a gravadora o forçou a ficar dez anos sem lançar discos, entre 1975 e 1985, e assim ele manteve seu ritmo, lançando um novo disco a cada década, sempre reverenciado a cada disco.

No estilo, John se apresenta no New Orleans Jazz & Heritage Festival, em 2019 / Foto: Getty Images
No estilo, John se apresenta no New Orleans Jazz & Heritage Festival, em 2019 / Foto: Getty Images

Sua musicalidade, misto de blues, rhythm & blues e country que está na essência do rock'n'roll, o transformou em ícone da classe operária, herói dos caubóis urbanos dos EUA, porta-voz da solidão da cidade grande. Interpretada com voz de assinatura inconfundível, rasgada na medida certa, e uma guitarra de riffs certeiros, trabalhando com sutilezas a partir do estilo dos grandes mestres do rock’n’roll (James Burton, Chuck Berry) e da soul music (Steve Cropper), sua obra o coloca no panteão dos mestres da canção americana.

Quem nasceu

1910 - T-Bone Walker, nascido Aaron Thibeaux "T-Bone" Walker, guitarrista, cantor e compositor americano (m. 1975)

1913 - Ciro Monteiro, cantor e compositor carioca (m. 1973)

1917 - Papa John Creach, violinista norte-americano que tocava com os grupos Jefferson Airplane e Jefferson Starship (m. 1994)

1923 - György Ligeti, compositor romeno (m. 2006)

1944 - Gladys Knight, cantora e compositora americana

1949 - Wendy O. Williams, vocalista do grupo americano The Plasmatics (m. 1998)

1955 - John McGeoch, guitarrista escocês do grupo inglês Magazine (m. 2004)

1956 - Augusto Licks, músico que tocou com o grupo gaúcho Engenheiros do Hawaii

1959 - Steve Strange, nascido Stephen John Harrington, vocalista inglês do grupo galês Visage (m. 2015)

1962 - Roland Gift, vocalista do grupo inglês Fine Young Cannibals

1963 - Gavin Harrison, baterista e percussionista inglês que tocou com as bandas Porcupine Tree e King Crimson.

1968 - Kylie Minogue, cantora, compositora, atriz e apresentadora de TV australiana

Quem morreu

1943 - Vaughn De Leath, vocalista americana (n. 1894)

2008 - Jerry Cole, guitarrista americano que tocou com Jerry Lee Lewis, Roy Orbison, Aretha Franklin, The Righteous Brothers, Little Richard, Ray Charles, Neil Diamond, Steely Dan, The Beach Boys, Isaac Hayes, entre outros (n. 1939)

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest