Em 4 de janeiro de 1969, Jimi Hendrix é banido da BBC
Especial

Em 4 de janeiro de 1969, Jimi Hendrix é banido da BBC

Jimi Hendrix não deixou barato. Sua banda, o Jimi Hendrix Experience, estava agendada para aparecer no programa da cantora e apresentadora inglesa Lulu na emissora BBC no dia 4 de janeiro de 1969. O combinado com a produção do programa era que Hendrix tocaria duas de suas músicas para depois acompanhar Lulu cantando seu grande hit, a balada açucarada "To Sir With Love".

Hendrix não gostou do combinado, principalmente porque a canção era a música-tema do filme "Ao Mestre Com Carinho", que tinha como protagonista um professor negro (interpretado por Sidney Poitier) em uma história sobre as tensões raciais em uma sala de aula. A princípio, a banda parecia seguir o roteiro, tocando uma longa versão para sua "Voodoo Child" seguida de "Hey Joe", quando Lulu entraria no palco para dividir sua canção. Mas Hendrix cortou sua aparição subitamente e, no microfone, esbravejou que "vamos parar de tocar essas bobagens e dedicar uma canção para o Cream, não importa que tipo de grupo eles eram. Dedicamos essa a Eric Clapton, Ginger Baker e Jack Bruce". Em seguida emendou uma versão instrumental para "Sunshine of Your Love", o maior hit do Cream, que havia anunciado sua separação semanas antes.

O incidente fez Jimi Hendrix ser banido da BBC - e inspirou um incidente parecido com Elvis Costello no programa "Saturday Night Live", oito anos mais tarde.

4/1/1954: Talento em ascensão

Quatro dias antes de completar 20 anos, Elvis Presley visitou pela segunda vez o serviço de gravação de um estúdio em Memphis, nos EUA, para registrar duas canções em um acetato de dez polegadas, "Casual Love Affair" e "I'll Never Stand In Your Way". O dono do estúdio, Sam Philips, gostou de sua voz e pediu para que ele deixasse o seu número de telefone.

4/1/1965: Vendido!

O criador das guitarras Fender, Leo Fender, vende sua empresa para a CBS por US$ 13 milhões.

4/1/1967: 'To the other side'

O grupo californiano The Doors lança seu primeiro álbum, batizado apenas com seu nome. Além do single "Break on Through", o disco ainda traria duas faixas enormes (para a época) que marcariam a carreira da banda: o hit "Light My Fire" e o épico "The End", com suas referências a poesia romântica, teatro grego e psicodelia.

4/1/1969: Cinco discos em um ano?

O semanário britânico "Disc and Music Echo" publicou uma matéria dizendo que os Beatles estavam prestes a lançar cinco discos naquele ano: um feito por todos os integrantes da banda e outros quatro dedicados às composições de cada um deles em carreira solo. Como se sabe, isso nunca aconteceu.

4/1/1970: Atropelou o motorista

Ao fugir de uma gangue de skinheads que o perseguia após uma briga num pub, o baterista do Who, Keith Moon, entrou em seu carro para se proteger e, sem saber dirigir, ligou o automóvel. Seu motorista, que o esperava para sair do bar, foi atirado pela gangue embaixo do carro, fazendo o baterista atropelar e matar, sem querer, seu funcionário e amigo Neil Boland.

4/1/1975: LSD no topo

A versão que Elton John fez para "Lucy in the Sky With Diamonds", dos Beatles, chega ao topo da parada de singles norte-americana, ficando lá por duas semanas.

4/1/1977: Punks sendo punks

Os Sex Pistols causam quando embarcam no aeroporto de Heathrow, em Londres, rumo à sua viagem para Amsterdã, cuspindo e vomitando uns nos outros.

4/1/1986: Irlanda de luto

O cantor, compositor e baixista do Thin Lizzy, Phil Lynott morre depois de passar oito dias em coma após uma overdose de drogas.

4/1/1991: O começo do sucesso

O trio Nirvana assina com a gravadora Geffen para lançar seu segundo disco. "Nevermind" seria lançado em setembro e mudaria o curso da história da indústria fonográfica.

4/1/2001: Mais odiado!

O museu de cera Madame Tussauds, em Londres, revela uma lista com as celebridades mais odiadas entre as réplicas que possui em sua coleção e o vocalista do Oasis, Liam Gallagher, surgiu na terceira posição, atrás do líder nazista Adolf Hitler e do carrasco dos Bálcãs Slobodan Milosevic.

4/1/2008: Britney em colapso

Britney Spears sofre um colapso nervoso enquanto entregava a custódia de seus dois filhos ao pai, Kevin Federline. A polícia foi chamada para contê-la e a cantora teve de ser levada de ambulância para um hospital em Los Angeles.

4/1/2016: 'Stayin' alive'

Morre o empresário australiano Robert Stigwood, aos 81 anos de idade. Ele trabalhou com os grupos Cream e Bee Gees, além de produzir musicais como "Hair" e "Jesus Christ Superstar" e filmes como "Nos Tempos da Brilhantina e "Os Embalos de Sábado à Noite".

Parabéns!

Os aniversariantes deste dia 4 de janeiro incluem o guitarrista virtuoso John McLaughlin (1942), o vocalista do grupo New Order Bernard Sumner e o guitarrista do grupo Wilco Nels Cline (ambos de 1956), o vocalista do R.E.M. Michael Stipe (1960), Martin Mcaloon do grupo inglês Prefab Sprout, Till Lindemann do grupo alemão Rammstein e Robin Guthrie do grupo escocês Cocteau Twins (todos de 1962), a vocalista do grupo Portishead Beth Gibbons (1965) e Tim Wheeler do grupo Ash (1977).

Canais de Marcas

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest