Em 7 de março de 1983, o New Order lança ‘Blue Monday’ e inventa a dance music moderna
Especial

Em 7 de março de 1983, o New Order lança ‘Blue Monday’ e inventa a dance music moderna

0

Publicidade

O New Order mal havia conseguido afastar a influência musical do falecido amigo Ian Curtis, que liderava a banda inglesa quando ela ainda se chamava Joy Division. O suicídio de Curtis no primeiro semestre de 1980 deixou os integrantes completamente perdidos, seguindo a carreira com novo nome e com uma abordagem sonora próxima da que já faziam. Mas, no dia 7 de março de 1983, o grupo mudou completamente o rumo de sua carreira ao lançar o single "Blue Monday", que tornou-se sua marca registrada e inaugurou a dance music moderna.

LEIA MAIS: Em 26 de fevereiro de 2001, o Daft Punk lança se clássico 'Discovery'

VEJA TAMBÉM: 'Professor Pardal' dos sintetizadores, brasileiro criou instrumento até para Hans Zimmer

A transição abrupta para um single que flertava com a disco music e com a música eletrônica aconteceu após uma viagem a Nova York, quando, guiados pelo produtor Arthur Baker, parceiro de Afrika Bambaataa, os quatro integrantes da banda puderam ter uma ideia do que era a cena clubber nova-iorquina do início dos anos 1980. Ela de alguma forma se conectava a uma nova cena inglesa, que acrescentava sintetizadores ao pós-punk, criando um novo subgênero, o synthpop

A faixa nasceu como uma forma irônica de brincar com o fato de que o grupo não fazia bis em seus shows — a ideia seria fazer uma música eletrônica em que a banda voltaria para o palco, apertaria o play do sintetizador e deixaria a música tocar, saindo logo em seguida. Mas aos poucos eles foram pegando gosto por aquele outro tipo de música e começaram a tocar em cima da batida repetitiva que marca a abertura da canção. Aos poucos, misturavam elementos de músicas de Donna Summer ("Our Love"), Sylvester ("You Make Me Feel Brand New") e Kraftwerk ("Uranium"), além de samplear inconscientemente a melodia da faixa-título do grupo humorístico Gerry & the Holograms.

Assim, o grupo redefiniu seu futuro e também o futuro de uma fatia da música pop inglesa — justamente aquela liderada pelos grupos de synthpop — que aos poucos ganhava novos aliados em grupos como Pet Shop Boys, Soft Cell, Human League, Spandau Ballet, Duran Duran, Depeche Mode, OMD, Erasure, Eurythmics, entre outros, tocando em rádios e vendendo discos. Esta nova cena inglesa seria a base para a revolução que aconteceria no final dos anos 1980, com o segundo verão do amor, auge da acid house e início da cena rave. A música teve uma segunda vinda em 1988, quando foi remixada por ninguém menos que Quincy Jones e relançada em single, aumentando ainda mais seu alcance.

A popularidade de "Blue Monday" também ajudaria a conectar diferentes pontos da cena pós-disco music espalhados por diferentes cidades dos EUA naquela década: a house music de Chicago, o techno de Detroit, o hip hop nova-iorquino, o electrobass de Los Angeles. Estas duas diferentes cenas — inglesa e norte-americana — se fundiriam num enorme movimento global que seria conhecido nos anos 1990 como música eletrônica ou de forma genérica como "techno" ou "electronica". O novo (e amplo) gênero reunia artistas de diferentes vertentes como Massive Attack, Björk, Aphex Twin, Chemical Brothers, Prodigy, Moby, Roni Size, Air, Portishead, Underworld, Orbital, Leftfield, Fatboy Slim, Crystal Method, DJ Shadow, Death in Vegas, Apollo 440, entre outros. Tudo começou com "Blue Monday".

Quem nasceu

1875 - Maurice Ravel, compositor francês (m. 1937)

1933 - Walter Silva, o "Picapau", jornalista e produtor musical paulista (m. 2009)

1943 - Turibio Santos, violonista maranhense

1944 - Townes Van Zandt, cantor e compositor norte-americano (m. 1997)

1945 - Arthur Lee, guitarrista e líder do grupo norte-americano Love (m. 2006)

1945 - Chris White, baixista do grupo inglês The Zombies 

1946 - Matthew Fisher, tecladista do grupo inglês Procol Harum 

1946 - Peter Wolf, vocalista da banda norte-americana The J Geils Band

1952 - Ernie Isley, guitarrista do grupo norte-americano The Isley Brothers 

1966 - Paul Davis, tecladista da banda inglesa Happy Mondays

1973 - Rafael Ilha, cantor e compositor carioca

Quem morreu

1988 - Divine, nascida Glenn Milstead, drag queen e cantora (n. 1945)

2013 - Peter Banks, guitarrista fundador do grupo inglês Yes (n. 1947)

Publicidade

Background

Relacionados

Canais Especiais