Em 9 de janeiro de 1944, nascia Jimmy Page, o dono do Led Zeppelin
Especial

Em 9 de janeiro de 1944, nascia Jimmy Page, o dono do Led Zeppelin

No dia 9 de de janeiro de 1944 nascia, no subúrbio londrino de Heston, na Inglaterra, um dos maiores músicos da história do rock e um dos principais nomes da cultura pop do século passado. James Patrick Page — que mais tarde ficaria conhecido como Jimmy Page — fundou o Led Zeppelin e mudou a cara da música como a conhecemos durante os anos 1970.

Ele aprendeu a tocar guitarra sozinho e ainda adolescente exibia-se como músico prodígio em programas televisivos em seu país. Começou como músico de estúdio e gravou em vários singles conhecidos, como "Can't Explain", do grupo Who, "Here Comes the Night", do Them e "Shout", da cantora Lulu — além da lenda de que teria tocado no single "You Really Got Me", dos Kinks. Logo partiu para a carreira autoral, quando entrou para os Yardbirds, uma das principais bandas de blues elétrico da Inglaterra nos anos 1960 (por onde passaram nomes como Jeff Beck e Eric Clapton).

Quando os Yardbirds acabaram, Page resolveu reunir o grupo com um novo nome. Tirou o vocalista (Robert Plant) e o baterista (John Boham) da Band of Joy e chamou o também músico de estúdio John Paul Jones (arranjador de "She's a Rainbow", dos Rolling Stones) para tocar baixo. A ideia original era que a banda se chamasse New Yardbirds, mas quando o baterista do Who, Keith Moon, ficou sabendo disso, falou que a banda iria subir rápido como um zepelim de chumbo. Assim, foi batizado o Led Zeppelin.

Com o Led, Page ajudou a galvanizar o heavy metal, bem como mudou parâmetros de produção musical e de estrelato rocker. Foi a banda mais importante de seu tempo e movia multidões para shows intermináveis, como o que Page fez em seu aniversário em 1970, quando tocaram por 2h15 no Royal Albert Hall, em Londres, com Jeff Beck, Eric Clapton e John Lennon na plateia (este show foi lançado em DVD em 2003).

À frente do Led Zeppelin, vendeu milhões de discos e encerrou os trabalhos da banda quando o baterista morreu após beber 40 doses de vodca, no fim dos anos 1970. Page seguiu seus trabalhos como guitarrista e marcou algumas voltas pontuais com o Led Zeppelin, tocando no Live Aid, em 1985, com Phil Collins na bateria, depois no projeto acústico Page e Plant, e finalmente em uma última apresentação, em 2007. O grupo até ensaiou uma volta de fato, mas o vocalista Robert Plant achou melhor não seguir com o projeto.

PARABÉNS!

Outros aniversariantes deste 9 de janeiro incluem a cantora, compositora e ativista Joan Baez (1941), o vocalista do Manhattans Kenneth Kelley e o vocalista dos Walker Brothers Scott Engel (ambos nascidos em 1943), o vocalista do New York Dolls David Johansen (1950), o guitarrista do Hole Eric Erlandson (1963), Phil Hartnoll do duo de música eletrônica Orbital (1964), o cantor Haddaway (1965), o líder da banda Dave Matthews Band, o sul-africano Dave Matthews (1967), o vocalista do grupo Smash Mouth Steve Harwell (1967) e o vocalista dos Backstreet Boys A.J. McLean (1978).

9/1/1963: Começando pra valer

O baterista Charlie Watts deixa o Blues Incorporated e seu emprego como designer gráfico para se tornar um integrante dos Rolling Stones.

9/1/1973: Visto negado

Mick Jagger teve seu visto japonês negado devido à condenação por posse de drogas em 1969, o que obrigou os Rolling Stones a cancelarem uma turnê.

9/1/1976: Hino inglês

O Queen chega ao topo da parada de singles com o hino "Bohemian Rhapsody" e lá ficaria por nove semanas, totalizando um milhão de cópias vendidas só no mês de janeiro.

9/1/1997: Cinquentão

David Bowie realiza um show comemorativo de seu aniversário de 50 anos no Madison Square Garden, em Nova York, nos EUA, reunindo um time e tanto. Frank Black, dos Pixies, Sonic Youth, Robert Smith, do Cure, os Foo Fighters, Lou Reed, Placebo e Billy Corgan, dos Smashing Pumpkins. A verba arrecadada com a venda de ingressos foi revertida para a caridade.

9/1/2007: ‘And now…’

O cantor e compositor John Mayer sobe ao palco da apresentação anual da Apple, a Macworld, realizada em São Francisco, nos EUA, para apresentar, ao lado do fundador da empresa, Steve Jobs, a mais nova peça de seu ecossistema digital, o iPhone.

9/1/2016: Enterro de peso

Durante o funeral do vocalista do Motorhead, Lemmy, uma série de astros da música pesada fez suas preces para o ícone falecido no ano anterior. Falaram ao microfone nomes como o baterista de sua banda Mikkey Dee, Dave Grohl (Foo Fighters), Slash (Guns N' Roses), Rob Halford (Judas Priest), Scott Ian (Anthrax), Robert Trujillo e Lars Ulrich (Metallica). Ao final da cerimônia, o baixo de Lemmy foi ligado a vários amplificadores com o volume no máximo, terminando o evento com uma salva de palmas para a microfonia que saía das caixas de som.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest