Em 9 de maio de 1942, nasce Nei Lopes, um dos maiores pensadores da cultura brasileira
Especial

Em 9 de maio de 1942, nasce Nei Lopes, um dos maiores pensadores da cultura brasileira

Publicidade

O aniversário do carioca Nei Lopes, nascido no dia 9 de maio de 1942, deveria ser motivo de festa em todo o país. Além de cantor, compositor e poeta, ele também é uma das maiores autoridades sobre cultura afro brasileira, escrevendo livros e dando palestras sobre as diferentes manifestações desta — incluindo, claro, o samba.

LEIA MAIS: Luiz Melodia e a genialidade de um verdadeiro rei da música brasileira

VEJA TAMBÉM: Playlist da vida de dona Jacira, mãe de Emicida e Fióti, tem cheiro de café com samba

Foi no gênero que Lopes nasceu. Décimo terceiro filho de um casal simples em Irajá, no Rio de Janeiro, ele foi influenciado musicalmente pela mãe e pelos irmãos, alguns deles músicos que o ajudaram no início de sua carreira. Em paralelo a esta, ele se formou advogado na então Universidade do Brasil (atual UFRJ), onde entrou em 1962. Passou cinco anos exercendo a profissão mas sem abandonar o gosto pela música e pela vida boêmia, ao mesmo tempo em que cultivava a paixão pelas letras a partir de clássicos da literatura brasileira, como Olavo Bilac, Manuel Bandeira, Augusto dos Anjos, Lima Barreto, entre outros. No início dos anos 1970, Nei começa a compor músicas para outros autores e decide largar o Direito para trabalhar com publicidade. A primeira pessoa a gravar uma composição sua foi Alcione, em 1972. 

Nei Lopes: pensador, cantor, compositor e poeta / Foto: Reprodução / Facebook
Nei Lopes: pensador, cantor, compositor e poeta / Foto: Reprodução / Facebook

O primeiro disco veio em 1980, "A Arte Negra de Wilson Moreira e Nei Lopes", ao lado de seu principal parceiro, com quem havia fundado o Grêmio Recreativo de Artes Negras e Escola de Samba Quilombo na década anterior. Ainda naquela década, Nei registra mais dois discos com composições ao lado de Moreira, "Negro Mesmo" e "O Partido Muito Alto de Wilson Moreira & Nei Lopes". Neste mesmo período começa a produzir seus primeiros livros, que hoje são marcos nesta pesquisa, a começar pelo já clássico "Dicionário Banto do Brasil", lançado originalmente em 1996.

A partir daí lançou obras cujos títulos falam por si só, como "Dicionário da Antiguidade Africana", "Enciclopédia Brasileira da Diáspora Africana", "Oiobomé, a Epopéia de Uma Nação", "História e Cultura Africana e Afro-brasileira", "Partido-alto, samba de bamba", além de dar palestras e participar de debates sobre temas relacionados a esses assuntos. Mas sem nunca abandonar a música, equilbrando-se entre a produção intelecutal e o samba, suas maiores paixões. Salvem os 77 anos de Nei Lopes, um dos maiores pensadores da cultura brasileira. 

Quem nasceu

1935 - Nokie Edwards, guitarrista da banda inglesa The Ventures

1937 - Dave Prater, cantor e compositor da dupla norte-americana Sam & Dave (m. 1988)

1944 - Richie Furay, cantor e compositor do grupo norte-americano Buffalo Springfield 

1945 - Steve Katz, guitarrista do grupo norte-americano Blood Sweat & Tears

1949 - Billy Joel, cantor e compositor norte-americano

1950 - Tom Petersson, baixista da banda norte-americana Cheap Trick

1953 - John Edwards, baixista do grupo inglês Status Quo

1960 - Marc Duncan, do grupo inglês The Vibrators 

1962 - Dave Gahan, cantor e compositor do grupo inglês Depeche Mode

1962 - Paul Heaton, cantor e compositor da banda inglesa The Housemartins

1971 - Paul 'Guigsy' McGuigan, baixista do grupo inglês Oasis

1975 - Ryan 'Nik' Vikedal, baterista da banda canadense Nickelback

1979 - Pierre Bouvier, cantor e guitarrista do grupo canadense Simple Plan

Quem morreu

1979 - Eddie Jefferson, cantor norte-americano (n. 1918)

1998 - Lester Butler, gaitista e vocalista norte-americano (n. 1959)

2017 - Robert Miles, nascido Roberto Concina, compositor, produtor e DJ suíço (n. 1969)

Publicidade

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest