Eric Clapton junta Roger Waters, Nile Rodgers, Ron Wood e Steve Winwood para festejar Ginger Baker, do Cream
Entretenimento

Eric Clapton junta Roger Waters, Nile Rodgers, Ron Wood e Steve Winwood para festejar Ginger Baker, do Cream

Quem tem amigos, tem tudo. Ainda mais no naipe dos colegas de Eric Clapton, que convidou Roger Waters, Nile Rodgers, Ron Wood, Steve Winwood e Paul Carrack para prestar uma homenagem a Ginger Baker, baterista e um dos fundadores do Cream. O show aconteceu na noite do último domingo, em Londres, e contou também com a presença de Kofi Baker, um dos três filhos do músico, que morreu no ano passado.

O set list da performance teve hits da banda e do super grupo Blind Faith, formado por Ginger, Steve, Eric e Ric Grech. “Eu chamava ele de Peter Edward”, disse Clapton à plateia, se referindo ao nome batismo do baterista. "Acredito que ele está em algum lugar por aqui e ele vai tocar para vocês hoje e nós vamos ajudá-lo", completou o guitarrista, único membro ainda vivo do Cream.

Ginger Baker e Eric Clapton tocam juntos no Madison Square Garden durante turnê do Cream, em 2005 / Foto: Getty Images
Ginger Baker e Eric Clapton tocam juntos no Madison Square Garden durante turnê do Cream, em 2005 / Foto: Getty Images

Entre os pontos altos da noite, destaque para Roger Waters tocando “White Room” e “Strange Brew” e Ron Wood e Henry Spinetti arrasando em “Badge”. Steve Windwood ficou responsável pelas músicas do Blind Faith e fez bonito ao apresentar faixas como “Had to Cry Today” “Presence of the Lord” e “Well all Right”.

Esta foi a primeira vez que Eric Clapton tocou tantas músicas de sua antiga banda. Antes disso, a última vez havia sido durante a turnê de reunião do grupo, em 2005. Nos últimos anos, Kofi Baker, Malcolm Bruce, filho de Jack Bruce, e Will Johns, sobrinho de Clapton, tomaram para si a “responsabilidade” de perpetuar o legado do grupo, sob o nome de Sons of Cream.

“Ele era um canalha, mas eu o amava e ele me amava, e era isso. Vi algumas pessoas falarem mal dele, mas nunca o fiz e me sinto abençoado. É por isso que estou fazendo isso. Sinto falta dele”, completou Clapton.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest