Esqueça os hits: as músicas do feminejo que empoderam
Entretenimento

Esqueça os hits: as músicas do feminejo que empoderam

Publicidade

Há cerca de dois anos a onda do feminejo - o bom e velho sertanejo cantado por mulheres - invadiu as rádios e plataformas de streaming. Inicialmente visto como empoderador, o gênero começou a ser problematizado por causa de algumas letras baseadas em competição feminina ao colocar o homem como tema central.

TOP 6: Playlist de Thalita Rebouças tem de Michael Jackson a Daniel Lopes 

VALE A PENA VER DE NOVO: 9 músicas que marcaram novelas

Pois fizemos uma pesquisa para mostrar que nem só de traição vive uma mulher que canta sertanejo. Em algumas letras, é bem claro que essas mulheres mostram quem é que manda no rolê.

Simone e Simaria - “Chora Boy” 

"Tá pra nascer

Alguém que manda em mim

Que possa me impedir de ser feliz

Tá pra nascer

E não vai ser você

Sou vacinada e mando em meu nariz"

Lola e Vitória - “Nem Se Fosse o Safadão”

"Eu não nasci pra lavar cueca de marido

Pilotar fogão esquentando meu umbigo

Limpando casa e você aí no bem bom

Deitadão no sofá, assistindo televisão"

Marília Mendonça - “Folgado”

"Não venha não

Ta querendo pegar no pé

Você nunca me deu a mão

Eu não sou obrigada a viver dando satisfação

Da minha vida cuido eu

To vendo se continuar assim

Cê vai morrer solteiro"

Maiara e Maraisa - “Sob Nova Direção”

"Vou comprar esse bar

Não é papo furado

Põe aí seu preço

Quanto for eu pago

Sob nova direção, sem hora para ir embora

Agora eu quero ver quem põe a dona pra fora"


 Naiara Azevedo - “Coitado”

"Se acha o bicho!

Nem era tudo aquilo que contava pros amigos

Eu sempre te defino:

Desanimador, prepotente e arrogante"

Por Mariana Rodrigues

Publicidade

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest