Família forma banda na quarentena e viraliza com versões de Beatles, The Who, Paul Simon e Creedence
Entretenimento

Família forma banda na quarentena e viraliza com versões de Beatles, The Who, Paul Simon e Creedence

Manter crianças entretidas durante a quarentena não é tarefa fácil, mas a família de Aubree e Colt Clark encontrou um jeito musical de resolver a questão. Batizada de Colt Clark And The Quarantine Kids (ou Colt Clark E As Crianças da Quarentena, em tradução livre), a banda criada pelo casal americano junto aos filhos Cash, Beckett e Bellamy viralizou na internet. Com versões caseiras de sucessos de grandes nomes como Beatles, The Who e Creedence Clearwater Revival, o grupo conseguiu mais de 80 mil inscritos em pouco mais de um mês de atividade no YouTube.

Em entrevista ao talk show da apresentadora de TV americana Ellen DeGeneres, os integrantes da família Clark contaram um pouco das funções de cada um na banda. Colt — o pai e músico profissional —, canta e toca guitarra; Aubree — a mãe e fotógrafa —, produz os vídeos e fica por trás das câmeras; Cash fica encarregado da guitarra, baixo e percussão; Beckett é o baterista; e Bellamy canta, faz dancinhas e sacode chocalhos.

Os cinco membros da família Clark vivem na Flórida e começaram a gravar os vídeos em casa pouco tempo após o início das medidas de prevenção contra o novo coronavírus. "Algumas semanas depois da ordem de isolamento social, nos vimos com bastante tempo livre", conta Aubree na descrição do canal oficial da banda do marido e dos filhos no YouTube. "Colt costumava se apresentar sete vezes na semana, mas, com a quarentena, a demanda de trabalho dele desapareceu completamente."

Além de cuidar da produção audiovisual do grupo, Aubree também atua como professora das crianças e diz que a ideia inicial do projeto era dividir o conteúdo apenas com pessoas próximas. "Para distrair nossas mentes de tudo o que está acontecendo no mundo, Colt e eu decidimos gravar em vídeo algumas apresentações diárias que ele faz com as crianças para compartilhar com nossa família e amigos, que não podemos encontrar por causa do vírus", explica.

A princípio, os vídeos eram privados, mas os amigos de Aubree e Colt pediram para compartilhar as apresentações com os próprios familiares, e, dali em diante, as visualizações aumentaram exponencialmente. Com mais de 760 mil views na versão de "Come Together", dos Beatles, mais de 500 mil em "Baba O' Riley", do Who, e mais de 340 mil em "You Can Call Me Al", de Paul Simon, já é possível dizer que a "banda da quarentena" é um fenômeno.

"Não fazíamos ideia de que esses vídeos pudessem levar tanta alegria a tantas pessoas nem de como as mensagens e comentários positivos pudessem nos trazer tanta animação em retorno", escreve Aubree. Durante a aparição no programa de Ellen DeGeneres, a família Clark recebeu 20 mil dólares como doação do talk show e foi convidada a se apresentar no estúdio usual de Ellen quando for seguro. A apresentadora também pediu ao espectadores que ajudassem Colt a conseguir trabalho durante a pandemia.

Momento em que a família Clark recebe a doação de 20 mil dólares do programa de Ellen DeGeneres / Foto: Reprodução
Momento em que a família Clark recebe a doação de 20 mil dólares do programa de Ellen DeGeneres / Foto: Reprodução

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest