Feliz Dia Mundial dos Góticos! Uma homenagem aos principais ícones do estilo
Entretenimento

Feliz Dia Mundial dos Góticos! Uma homenagem aos principais ícones do estilo

Góticos do mundo, uni-vos! No dia 22 de maio, é comemorado o Dia Mundial dos Góticos. Para fazer jus à data, nada melhor do que um ritual, digo, uma homenagem aos principais símbolos do estilo, que não tem nada de negativo, pelo contrário. O que há de errado em conhecer gente que pensa, se veste e se identifica com você? Ainda mais, que tem o mesmo gosto musical? Só vemos vantagens.

Aproveitamos, também, para explicar que "andar todo de preto por aí" não é uma característica relacionada a uma suposta morbidez dos góticos. Se você imagina isso, descarte essa ideia. A associação a cores escuras e neutras tem tudo a ver com inclusão de gênero, uma vez que essas tonalidades contemplam todos. Outro fator muito bacana é que cores escuras ajudam pessoas que têm problemas de auto-estima a se sentir mais confortáveis com seus corpos. Legal, né?

Casal vestido para o Whitby Goth Weekend, festival que acontece desde 1994 na cidade de Whitby, no Reino Unido/Getty Images
Casal vestido para o Whitby Goth Weekend, festival que acontece desde 1994 na cidade de Whitby, no Reino Unido/Getty Images

Há uma ideia de que "ser gótico" é apenas "uma fase" ou "coisa de adolescente". Bem, pode até ser para alguns. Mas, para outros, é coisa séria. Por exemplo, para alguns fãs de Siouxsie & The Banshees e Misfits essa "fase" nunca passou. Ainda bem! Porque nem todo mundo quer esperar até o Halloween para se vestir como um punk que esbarrou com um vampiro.

Aliás, boa parte da produção musical associada ao termo gótico vem de desdobramentos da era punk, do chamado pós-punk. Mesmo assim, antes do estilo ganhar popularidade, ele já era "testado" por grandes nomes da cena de rock, como Alice Cooper e Screaming Lord Sutch, antes de 1977. Só em 1979 foi lançada a canção com uma estética 100% gótica: trata-se de "Bela Lugosi's Dead", da banda Bauhaus (ouça abaixo).

Alice Cooper em apresentação com sua banda, os Hollywood Vampires/Getty Images
Alice Cooper em apresentação com sua banda, os Hollywood Vampires/Getty Images

A letra de "Bela Lugosi's Dead" fala sobre o ator húngaro Béla Lugosi, famoso por interpretar Drácula no filme clássico de 1931. Ele era tão conhecido pelo papel que foi enterrado em sua capa de traje em 1956. A canção foi usada no filme de vampiros de Tony Scott, "Fome de Viver", de 1983. Nele, estão ninguém menos do que David Bowie e Catherine Deneuve.

Ao longo da década de 1980, as bandas tomaram estilos diferentes dos caras da Bauhaus. Alguns exemplos são as bandas Birthday Party, The Cramps, The Sisters of Mercy e The Cure. Na mesma época, Killing Joke e Depeche Mode levaram os assuntos em uma direção mais "industrial", que culminou com a criação do Nine Inch Nails e a cena rave de cybergoth, enquanto outros entraram no território do metal mais obscuro, como Cradle of Filth e Marilyn Manson.

Marilyn Manson é um dos ícones do movimento gótico nos EUA/Getty Images
Marilyn Manson é um dos ícones do movimento gótico nos EUA/Getty Images

Mais tarde, já nos anos 2000, vimos nascer uma espécie de vertente do gótico, que ficou conhecido como emo. Grupos como My Chemical Romance e Panic! At The Disco representam bem essa era — aliás, Brendon Urie e sua banda vêm ao Brasil neste ano para se apresentar no Rock in Rio.

A cena musical foi muito influenciada por outras artes, como cinema e literatura. Portanto, não há como falar do estilo gótico sem prestar reverências aos nomes do diretor de cinema Tim Burton, ao escritor Edgar Allan Poe, aos filmes da produtora britânica Hammer Film, aos quadrinhos de Neil Gaiman e James O'Barr, entre outros artistas que serviram como base para obras posteriores.

Por fim, não podemos deixar de prestar homenagens à família gótica mais conhecida da cultura pop: os Addams. Afinal, quem cresceu sem ouvir falar em Morticia e sua trupe?

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest