Fotógrafo une suas duas paixões e registra pianos abandonados
Inspiração

Fotógrafo une suas duas paixões e registra pianos abandonados

Filho de fotógrafa e aluno de piano desde criancinha, Romain Thiery cresceu com essas duas paixões. O francês de 30 anos, que seguiu os passos da mãe, uniu piano e fotografia numa celebrada série de imagens que vêm ganhando o mundo. Batizada de "Requiem pour piano", a série traz cliques de instrumentos abandonados em prédios históricos.

"Eu me especializei em fotografia de patrimônio, e rodo a Europa fazendo registros de lugares abandonados. Em 2014, visitando um antigo castelo no sudoeste da França, encontrei um piano esquecido onde não muito tempo atrás havia graça, luxo, reinado. E ele está no mesmo lugar até hoje, afinal, poucas coisas resistem aos efeitos do tempo e aos ataques dos saqueadores como os pianos. Desde aquele dia, busco cruzar meus dois mundos artísticos", diz ele, em entrevista ao Reverb.

Piano abandonado num hospital militar da Alemanha / Romain Thiery / Divulgação
Piano abandonado num hospital militar da Alemanha / Romain Thiery / Divulgação
O piano é um instrumento reconfortante, tem uma elegância natural. Mesmo coberto por uma grossa camada de poeira, ele não deixa de impor sua nobreza e respeito. Essa grandeza está enraizada nas profundezas da nossa cultura. Ele resiste.

Apesar de ter seguido carreira na fotografia, o piano ainda ocupa grande parte da vida e do coração de Thiery. "Comecei a tocar com 5 anos e estudei até os 20. Toco todos os dias em minha casa, e cheguei a dar aulas na minha cidade", diz ele, que vive em Montpellier. "Minha relação com o piano é mais passional do que a fotografia, que é minha profissão desde 2009", conta ele, que já viajou pela França, Espanha, Itália, Alemanha, Ucrânia, Romênia e muitos outros países, visitando mais de 150 cidades em quase uma década.

"O piano é um instrumento reconfortante, tem uma elegância natural. Mesmo coberto por uma grossa camada de poeira, ele não deixa de impor sua nobreza e respeito. Essa grandeza está enraizada nas profundezas da nossa cultura. Ele resiste. Com meu trabalho, busco mostrar essa beleza arrogante, que relega todo o resto à sua volta a pano de fundo", conta.

Piano encontrado em um casebre na França / Romain Thiery / Divulgação
Piano encontrado em um casebre na França / Romain Thiery / Divulgação
Piano em casa abandonada da Bélgica / Romain Thiery / Divulgação
Piano em casa abandonada da Bélgica / Romain Thiery / Divulgação
Piano abandonado numa zona industrial na Bélgica / Romain Thiery / Divulgação
Piano abandonado numa zona industrial na Bélgica / Romain Thiery / Divulgação
Piano em hospital abandonado na Alemanha / Romain Thiery / Divulgação
Piano em hospital abandonado na Alemanha / Romain Thiery / Divulgação

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest