‘Frozen 2’: por que ‘Lost In The Woods’ é o melhor momento musical do filme
Entretenimento

‘Frozen 2’: por que ‘Lost In The Woods’ é o melhor momento musical do filme

Quando “Frozen — Uma Aventura Congelante” acabou, muitos fãs de musicais ficaram indignados. Acontece que Jonathan Groff, ator e cantor conhecido dos palcos da Broadway e de seriados como “Glee”, intérprete do personagem Kristoff na versão original, entrou e saiu das telas sem mostrar sem talento vocal. Para não dizer que ele não cantou uma mísera música, sua única participação foi com a faixa “Reindeer(s) Are Better Than People”, com a ínfima duração de 51 segundos. Mas, como diria Renato Russo, quem acredita sempre alcança e, em “Frozen 2”, Jonathan e Kristoff finalmente têm sua chance de brilhar. E o melhor de tudo: ainda fazem uma homenagem à clássica “Bohemian Rhapsody”, do Queen. O Reverb já assistiu ao filme e conta alguns — poucos — spoilers.

A reparação de Robert e Kristen Anderson-Lopez, compositores das músicas do filme original e da sequência, veio com “Lost In The Woods” (“Não Sei Onde Estou”, na versão dublada). A música é, com todo respeito às queridas Elsa e Anna, o melhor momento musical do filme. Cantada pelo personagem de Jonathan Groff, a faixa é uma ode às baladas românticas dos anos 1980 e é divertido ver a cena por vários motivos.Primeiro, porque parece que toda a energia de Bryan Adams é incorporada ao ato. Na verdade, a introdução da música tem uma progressão melódica que lembra — e muito — aquela do hit “You're The Inspiration”, de 1984, do Chicago, grupo de Peter Cetera e Robert Lamm.

Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez: o casal compostor das músicas de 'Frozen — Uma Aventura Congelante' e 'Frozen 2' / Foto: Getty Images
Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez: o casal compostor das músicas de 'Frozen — Uma Aventura Congelante' e 'Frozen 2' / Foto: Getty Images

Segundo, porque os responsáveis pela a animação visual acertaram em cheio no tom. Os closes feitos no personagem, assim como seus movimentos, condizem totalmente com o momento de, digamos, angústia de Kristoff, que, com os menores dos spoilers, está perdido na floresta enquanto tenta — com muito custo — ter uma conversa importante com a princesa Anna.

Como se a música e os cabelos esvoaçantes de Kristoff não bastassem, há ainda uma homenagem ao Queen. Você nem precisa ser um fã aficionado pelo supergrupo de Freddie Mercury, Brian May e Roger Taylor para perceber onde fica o easter egg. Durante a performance do personagem de Jonathan Groff, o rosto do namorado de Anna aparece em um fundo preto com várias faces de seu animal de estimação, o alce Sven, ao redor. Uma clara referência a “Bohemian Rhapsody” não só pelas imagens, mas, preste atenção na sobreposição de vozes que acontece na faixa — e saiba que foram todas gravadas por Jonathan.

“Normalmente, você vê a garota esperando por um cara e cantando uma balada dessas. Dessa vez, Anna sai para viver uma grande aventura e a situação é invertida. Isso dá aos meninos a oportunidade de sentir e cantar sobre aquilo que eles sentem, o que é empolgante se a gente considerar quantas crianças vão assistir a esse filme”, disse o ator, em entrevista à “Vanity Fair”.

Para completar, a música ganhou uma versão gravada pelo Weezer, atração do Rock in Rio 2019. Nela, aliás, você pode ouvir Robert Lopez ao piano. Ele que gravou a parte para o instrumento no estúdio. Um sonho, não? Se tornar membro da banda de rock, pelo menos, por uma música.

Os três ao centro: Josh Gad (Olaf), Idina Menzel (Elsa) e Jonathan Groff (Kristoff) durante a pré-estreia do filme, em Londres, na Inglaterra / Foto: Getty Images
Os três ao centro: Josh Gad (Olaf), Idina Menzel (Elsa) e Jonathan Groff (Kristoff) durante a pré-estreia do filme, em Londres, na Inglaterra / Foto: Getty Images

Outros momentos muito legais no filme são, é claro, as principais músicas cantadas pelas irmãs mais famosas de Arendelle. Apesar de “Into the Unknown” (“Minha Intuição”, em português) ser o principal single da trilha sonora (ganhou até uma versão do Panic! At The Disco), o maior momento de Elsa (interpretada, novamente, por Idina Menzel na dublagem original) cantando vem com “Show Yourself” (“Vem Mostrar”). Dá para quase sentir os mesmos arrepios provocados por “Let It Go”, hit do primeiro filme. Na voz de Anna (Kristen Bell), destaque para “The Next Right Thing” (“Fazer O Que É Melhor”).

O alce Sven e o caristmático Kristoff: que dupla! / Foto: Divulgação
O alce Sven e o caristmático Kristoff: que dupla! / Foto: Divulgação

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest