Funk ajuda a salvar vítimas de ataque cardíaco

Criatividade

Funk ajuda a salvar vítimas de ataque cardíaco

No sábado, 15 de setembro, a Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp) oferecerá treinamento gratuito de reanimação cardiorrespiratória - popularmente conhecida como massagem cardíaca - para 2.500 crianças, de 62 escolas públicas do estado. O que isso tem a ver com música? Bem, o exercício será realizado com o apoio do "Funk do Guizinho", música composta para auxiliar no ensino da técnica, que pode aumentar em até quatro vezes as chances de uma vítima de parada cardíaca sobreviver.

SAÚDE: Volume da música que você ouve pode determinar se a sua dieta vai dar certo ou não

LEIA TAMBÉM: Sete maneiras práticas de usar música para se sentir melhor

Guizinho” é o nome de um mascote desenvolvido pela Socesp, a partir de materiais recicláveis, para simular um tórax humano nos treinamentos. Batizado em homenagem a Agnaldo Piscopo, autor da música e diretor do Centro de Treinamento em Emergências da Socesp, Guizinho já ajudou a treinar mais de cinco mil crianças em diversas cidades do território paulista.

A letra da canção ensina os ouvintes a reconhecerem uma parada cardíaca, indica quando é necessário iniciar a massagem cardiorrespiratória e informa o número que deve ser acionado em caso de emergência. Que, no caso, é o 192.

Segundo a Socesp, infartos agudos do miocárdio são a maior causa de morte de adultos no Brasil e, de acordo com pesquisa da Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que, até o final de 2024, o país deverá ocupar a primeira posição no ranking de mortes causadas por doenças relacionadas ao coração.

Tags relacionadas:
CriatividadeSaúde
Background

Relacionados

Canais Especiais