‘Future Nostalgia’: 7 lições úteis para a quarentena que podemos tirar do novo álbum de Dua Lipa
Entretenimento

‘Future Nostalgia’: 7 lições úteis para a quarentena que podemos tirar do novo álbum de Dua Lipa

Depois de “Future Nostalgia vazar na internet, Dua Lipa decidiu antecipar o lançamento oficial do disco. Na contramão de outros artistas, como Lady Gaga, que adiaram as datas de seus novos projetos, a cantora britânica fez a sexta-feira dos fãs em quarentena mais feliz e colocou o novo disco em todas as plataformas de streaming com uma semana de antecedência da data original, 3 de abril.

Se você é fã de música pop, aqui vai o alerta: “Future Nostalgia” é o puro suco do pop dançante. Em 11 músicas, Dua Lipa mostra o caminho para quem quer fazer bonito no gênero pelos próximos anos. A cantora se apoderou de referências dos anos 1980 para construir um álbum que é exatamente o que seu título diz, uma nostalgia futura, um álbum que bebe na disco music e na cultura pop dos anos 1990, sem uma música lenta sequer. Empoderamento (“Future Nostalgia”), amor próprio (“Don't Start Now”), sororidade (“Boys Will Be Boys”) e liberdade sexual (“Pretty Please”, “Cool” e “Good In Bed”) embaladas em batidas de décadas passadas.

Dua Lipa na capa do álbum ‘Future Nostalgia’, lançado nesta sexta-feira, 27 / Foto: Divulgação
Dua Lipa na capa do álbum ‘Future Nostalgia’, lançado nesta sexta-feira, 27 / Foto: Divulgação

Quando lançou “Dua Lipa”, em 2017, a voz do hit “New Rules” trouxe, de fato, novas regras para o jogo. Com “Future”, ela repete o feito — e ainda ajuda quem está em auto isolamento a aprender algumas coisas bastante úteis neste período. Aqui vão sete lições úteis para a quarentena que aprendemos com Dua Lipa em “Future Nostalgia”.

‘Love Again’: ‘I used to think I was made of stone’

(‘Eu achava que eu era feita de pedra’)
Love Again fala sobre voltar a se apaixonar depois de ter o coração endurecido, mas, olhando por outro lado, pode falar também sobre reconhecer fragilidades. Em períodos turbulentos como esses, é importante reconhecer e entender as nossas emoções. Sentir medo é normal. Sentir ansiedade é normal. E tudo bem. Ninguém é feito de pedra e ninguém precisa provar nada para ninguém. Ficar sozinho é bom? Talvez. Mas você não precisa fazer disso uma obrigação para demonstrar força. Em tempos de quarentena, mesmo que você esteja sozinho em casa, procure seus amigos, converse com outras pessoas. Use a tecnologia a seu favor.

‘Don't Start Now': ‘Não apareça, não saia na rua!’

(‘Don't show up, don't come out’)
Como associar uma música sobre se reerguer de um pé na bunda à crise do coronavírus? Simples! Transforme as dicas de Dua Lipa para o ex em ensinamentos para sobreviver na quarentena. "Como se proteger e proteger as outras pessoas?", "não apareça, não saia!" Regras básicas do isolamento. Respeite!

‘Pretty Please’: ‘Relaxe a minha mente’

(‘Put my mind at ease’)
Tudo bem, a gente sabe que em “Pretty Please”, Dua fala sobre aliviar o estresse e acalmar a mente com sexo, o que é ótimo. Mas, em tempos de coronavírus, é bom procurar também outras formas de relaxar a mente: assistindo a uma série, vendo filmes (temos dicas aqui, aqui e aqui), ouvindo boas músicas (quer playlist? A gente tem!), lendo um livro, conversando com os amigos pela internet. Não mergulhe nas notícias ruins, dê um tempo para a sua cabeça.

‘Physical’: ‘Meu amor, continue dançando como se você não tivesse escolha’

(‘Baby, keep on dancing like you ain't got a choice’)
Ficar em casa sem poder sair, sozinho ou acompanhado, é entediante mesmo. Além de entediante, pode desencadear gatilhos que não são bons para nossa saúde mental. Se manter em movimento, mesmo dentro entre quatro paredes, pode ajudar. Coloque uma música para tocar, busque alternativas de exercício em casa. Continue dançando. Let's get physical!

‘Hallucinate’: ‘Vou respirar você até alucinar’

(‘Breathe you in 'til I hallucinate’)
Por favor, não faça isso. Mantenha o distanciamento social necessário para evitar a propagação do vírus.

‘Boys Will Be Boys’: ‘Quando nós vamos parar de falar essas coisas? Porque eles estão ouvindo!’

(‘When will we stop saying things? 'Cause they're all listening)
Quando as pessoas — e alguns governantes — vão parar de reproduzir discursos cientificamente errados e perigosos de que a pandemia não é grave? Compartilhar esse tipo de informação só prejudica o processo de recuperação disso tudo e pode deixar ainda mais pessoas expostas a um vírus que pode levar sistemas de saúde ao colapso. Consciência social, pessoal!

‘Break My Heart’: ‘Eu deveria ter ficado em casa’

(‘I should have stayed at home’)
Três palavras para vocês: fiquem em casa. É claro que vamos precisar ir à rua para comprar comida, remédios e outros itens básicos de sobrevivência. Mas, por favor, evite sair de sua casa e interaja o mínimo possível com as pessoas que você encontrar no caminho. É um esforço conjunto que parece besteira mas não é. Preserve a sua vida e a daqueles que convivem com você.

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest