Guitarra roubada de Billy Corgan, dos Smashing Pumpkins, é encontrada num porão 27 anos depois
Entretenimento

Guitarra roubada de Billy Corgan, dos Smashing Pumpkins, é encontrada num porão 27 anos depois

0

Publicidade

Em junho de 1992, o vocalista dos Smashing Pumpkins, Billy Corgan, teve sua Fender Stratocaster favorita roubada no backstage de uma apresentação no Saint Andrews Hall, uma casa de shows de Detroit, no estado do Michigan. Após 27 anos em busca do instrumento, o músico finalmente conseguiu localizá-lo: ele ficou "esquecido" por mais de uma década no porão de uma casa em Flushing, cidade a cerca de 1h20 do local de onde foi furtada. 

LEIA MAIS: Canadense faz guitarras ecológicas com madeira encontrada nos rios e resina

VEJA TAMBÉM: Veja guitarra feira com 1.200 lápis de cor

A história envolvendo a guitarra de Billy começa entre 1989 e 1990, quando ele adquiriu o instrumento do baterista da banda, Jimmy Chamberlain, por US$ 275. Como cresceu tocando uma Flying V, da fabricante Gibson, o vocalista lançou seus primeiros riffs numa Stratocaster nessa época. A experiência, como contou à "Rolling Stone", mudou tudo, inclusive a forma como os Smashing Pumpkins soavam.

"Quando ela foi roubada, não foi algo de boa, do tipo: 'Jesus, minha guitarra foi roubada...'. Ela era muito importante, afetou a forma como eu tocava e eu me identificava demais com aquele instrumento", disse ele em entrevista, citando o grande diferencial da guitarra — fabricada nos anos 1970 —, que era seu braço. "Parecia o de um violino", diz ele, que usou a guitarra para gravar o aclamado álbum de estreia dos Pumpkins, "Gish".

Instagram URL not provided

Pouco mais de dois anos depois da compra da guitarra, ela foi furtada e o ladrão nunca foi identificado. Desde então, não se teve notícia do instrumento. Apenas algumas "pegadinhas", mas Billy sabia distinguir exatamente a guitarra real da falsa, apesar do enorme esforço em recriarem o modelo e fazê-lo passar-se pelo original. 

 Ela era muito importante, afetou a forma como eu tocava e eu me identificava demais com aquele instrumento 

Segundo Billy, o modelo verdadeiro tem as iniciais "KM", do primeiro dono da Stratocaster — que, aliás, não imaginava que sua guitarra havia sido vendida ao músico —, e algumas marcas de cigarro na mão do instrumento. Essas características, como explicou, nunca foram divulgadas à imprensa. Portanto, era praticamente impossível fazer uma cópia 100% verossímil. 

Mais de 27 anos após o desaparecimento da Stratocaster — pela qual Billy oferecia a recompensa de US$ 20 mil a quem conseguisse recuperá-la —, a guitarra finalmente foi encontrada. Estava no porão da casa de uma mulher chamada Beth James, mãe de três filhos que sequer sabe tocar o instrumento. Ela conta que adquiriu a guitarra há 10 ou 12 anos por US$ 200 em uma espécie de venda de garagem, muito comum nos subúrbios dos EUA. À "Rolling Stone", a mulher admitiu que realizou a compra por imaginar que seria um "objeto de decoração bonito" para colocar em seu porão. E lá ela ficou durante todo esse tempo.

Quem ligou os pontos e identificou que se tratava da guitarra perdida de Billy foi uma amiga de um dos filhos de Beth. Ela leu um artigo na internet sobre o instrumento roubado e percebeu a semelhança entre os dois. Passado algum tempo, após tentativas de contactar o músico pelo Facebook, a família de Beth finalmente conseguiu devolver a Stratocaster ao vocalista dos Smashing Pumpikins. E ela nem cobrou os US$ 20 mil de Billy.

"Pretendo fixá-la em algum lugar. E, claro, irei tocá-la. A vida é muito doida, mas se ela voltou para mim, acredito que seja apenas coisa do destino", observou o músico.

Publicidade

Background

Relacionados

Canais Especiais