Há dez anos, Kesha bagunçava o pop com o hit 'Tik Tok', celebrando atos irresponsáveis como diversão
Entretenimento

Há dez anos, Kesha bagunçava o pop com o hit 'Tik Tok', celebrando atos irresponsáveis como diversão

"Tik Tok", da cantora americana Kesha, completou dez anos nesta quarta-feira (7) — outras faixas pop, como "Halo", de Beyoncé, também foram lançadas há uma década. Naquela época, ela tinha apenas 22 anos e lançava o single de estreia de sua carreira, que em questão de tempo se tornou um grande hit, daqueles que tocam em looping em todos os lugares ao ponto de ninguém conseguir mais escutá-lo.

Para comemorar o aniversário de "Tik Tok", faixa do primeiro disco de Kesha, "Animal" (2010), a revista "i-D" publicou um artigo explicando como a cantora criou seu primeiro sucesso. Ele bombou tanto, mais tanto em 2009, que passou nove semanas no topo da parada "Billboard Hot 100" e vendeu mais de 18 milhões de cópias.

A letra de "Tik Tok" foi escrita pela própria Kesha a partir de uma experiência pessoal. Na abertura da música, ela canta "Wake up in the morning feelin’ like P Diddy" ("Acordei de manhã me sentindo como o P Diddy") e isso de fato aconteceu. No sentido mais amplo, a interpretação possível era a que "i-D" oferece agora: "Um caos de millennial em microcosmo: uma canção sobre cada ato irresponsável que você já cometeu sem se importar com nada, como um sinal de diversão sem culpa. Era literalmente ¯\_(ツ)_/¯ com um pouco de ༼凸 ◉_◔༽ misturado".

Certa vez, a cantora acordou de uma noitada numa cama repleta de mulheres e imaginou que deveria ser assim que o produtor P Diddy, aka Sean Combs, se sentia ao despertar todos os dias. Ele, aliás, chegou a colaborar com Kesha na composição da música, junto de Benny Blanco e Dr. Luke — produtor da Sony Music responsável por levar Kesha ao estrelato e, depois, por "destruir" sua carreira.

O single "Tik Tok" foi lançado um ano após a aparição de Lady Gaga na cena pop mundial. A cantora de "Poker Face" meio que abriu as portas para uma garota "estranha" como Kesha fazer sucesso em 2009. Nem mesmo os comentários ruins que faziam sobre ela, como o de que a artista não tomava banho, ou que ela nasceu com um rabo, diminuíam sua fama. Ao contrário, eles a deixavam ainda mais destacada nos holofotes midiáticos.

Kesha, por sua vez, alimentava o imaginário popular de bizarrices fazendo bizarrices reais, como beber seu xixi em rede nacional. Tudo isso enquanto cantava um hino para os millennials inconsequentes doidos para curtir a vida adoidado. E, tempos depois, inspiraria com sua canção o título de um dos aplicativos mais badalados do momento, o Tik Tok. Viva Kesha!

Kesha há dez anos, no clipe de ''Tik Tok'/Reprodução/YouTube
Kesha há dez anos, no clipe de ''Tik Tok'/Reprodução/YouTube

Relacionados

Canais Especiais

Ícone do FacebookÍcone do TwitterÍcone do InstagramÍcone do YoutubeÍcone do DeezerÍcone do SpotifyÍcone do Pinterest